Luso-tropicalismo: diferenças entre revisões