Diferenças entre edições de "Voto único intransferível"

8 bytes adicionados ,  17h32min de 11 de setembro de 2021
o Distritão é apenas uma proposta que sequer foi aprovada. O artigo não é sobre isso
(o Distritão é apenas uma proposta que sequer foi aprovada. O artigo não é sobre isso)
{{Não confundir com|Voto distrital}}
 
'''Distritão''', ou '''Voto Únicoúnico Intransferívelintransferível''', (do inglês '''''Single Non-Transferable Vote (SNTV)''''',) é um sistema de votação eleitoral em que os candidatos mais votados são os eleitos. Ele é comumente chamado de "Distritão" pois cada estado/município passa a ser um distrito, e se elegem os deputados/vereadores mais votados até completar-se a bancada da unidade da Federação nos legislativos.<ref name="Veja"/>
 
Este sistema de voto existe em apenas três países: [[Ilhas Pitcairn]], [[Vanuatu]] e [[Jordânia]]. Era usado pelo [[Afeganistão]] <ref>https://brasil.elpais.com/internacional/2021-08-15/talibas-conquistam-a-grande-fortaleza-do-norte-de-mazar-i-sharif-e-se-aproximam-de-cabul.html</ref> até a [[queda de Cabul]]. <ref name="Globo">[http://oglobo.globo.com/brasil/reforma-politica-no-mundo-distritao-so-existe-em-2-dos-paises-16260961 oglobo.globo.com/] ''Reforma Política: No mundo, distritão só existe em 2% dos países''</ref>
 
== No Brasil ==
Os candidatos mais votados seriam os eleitos, e não haveria mais os chamados "puxadores de votos" - um candidato bem votado que ajuda a eleger outros candidatos menos votados na coligação.<ref name="Globo"/>
 
O termo ganhou destaque no Brasil em 2015, após o PMDB defender este modelo numa [[Reforma política (Brasil)|reforma política]].<ref>[http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2015/05/26/entenda-o-que-e-esse-tal-de-distritao-156/ fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/] ''Vídeo: Entenda o que é esse tal de “distritão”''</ref> AssimNa proposta apresentada ao Congresso, comapelidada ode distritão'''Distritão''', seria extinto o quociente eleitoral - ou '''modelo[[sistema proporcional]]''' - e os candidatos mais votados ocupariam as cadeiras. Com isso, não haveria mais os chamados "puxadores de votos" - um candidato bem votado que ajuda a eleger outros candidatos menos votados na coligação.<ref name="Globo"/> A proposta foi rejeitada por 267 votos a 210 e 5 abstenções.<ref>[http://www.ebc.com.br/noticias/politica/2015/05/reforma-politica-entenda-o-que-e-o-distritao-modelo-rejeitado-ontem-pelos ebc.com.br/] ''Reforma política: entenda o "distritão", rejeitado pelos deputados, e saiba o que ainda será votado''</ref> Em 2007, na votação do Projeto de Lei 1210/07, a Câmara rejeitou um modelo semelhante a este, que propunha um sistema híbrido em que metade das vagas a que um partido teria direito no sistema proporcional ficaria com os candidatos mais votados individualmente pelo eleitor e outra metade obedeceria à ordem de uma lista partidária. Ele foi apoiada por 203 parlamentares e rejeitada por 240 deputados.<ref>[http://www.acritica.net/editorias/politica/camara-rejeita-sistema-eleitoral-do-distritao/149219/ acritica.net/] ''Câmara rejeita sistema eleitoral do "distritão"''</ref>
 
=== Críticas ===
Os defensores do "distritão" alegam que o sistema ficaria mais simples para o eleitor entender. Além disso, ele acabaria tanto com os chamados "puxadores de votos" quanto com a não eleição de candidatos com altas votações por não alcançar o quociente, como ocorreu com [[Luciana Genro]] (PSOL-RS), que obteve quase 130 mil votos quando foi candidata a deputada federal em 2010.<ref>[http://www.cartacapital.com.br/politica/reforma-politica-entenda-o-distritao-2430.html cartacapital.com.br/] ''Reforma política: entenda o "distritão"''</ref> Segundo [[Michel Temer]] (PMDB), defensor do distritão "''esse sistema segue o princípio constitucional de eleger os candidatos mais votados. Só se candidatará quem souber que tem chance de se eleger. Isso vai diminuir sensivelmente o número de candidaturas de cada partido e tornará a fala dos candidatos mais programática.''"<ref name="BBC">[http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2015/05/150518_distritao_entenda_pai bbc.co.uk/] ''Por que a proposta do ‘distritão’ é tão criticada?''</ref>
 
9 498

edições