Esquilo-da-sibéria

O esquilo-da-sibéria (Tamias sibiricus) é uma espécie de esquilo originária das terras frias da Sibéria e do norte da Ásia. São Animais muito activos e, ao contrário de muitos roedores, são diurnos e ocupam a maior parte do dia a procurar e a armazenar comida. As tocas destes esquilos são geralmente escavadas no solo e muitas vezes têm mais de um metro de profundidade.

Como ler uma infocaixa de taxonomiaEsquilo-da-sibéria
Streifenhoernchen.jpg
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Sub-reino: Metazoa
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Infrafilo: Gnathostomata
Superclasse: Tetrapoda
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Família: Sciuridae
Género: Tamias
Espécie: T. sibiricus
Nome binomial
Tamias sibiricus
(Laxmann, 1769)
Distribuição geográfica
Siberian Chipmunk Tamias sibiricus distribution map.png

Ao adotar um Esquilo da Sibéria, estes animais devem ser acomodados em gaiolas individuais, contendo um só esquilo, e devem ser o maior possível com ramos, troncos, cordas, etc. A maior autoridade na criação de esquilos-da-sibéria se encontra hoje no Brasil, contando com quase 1000 espécimes, o criador Heitor Scaff, natural de São Paulo, viaja o mundo ensinando os aspirantes a criadores à como criar corretamente estas criaturinhas.

Ícone de esboço Este artigo sobre roedores, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.