Estádio do Centro Desportivo da Madeira

Estádio da Ribeira Brava
Complexo Desportivo da Ribeira Brava.jpg

Nome Estádio do Centro Desportivo da Madeira
Características
Local Meia Légua na Ribeira Brava
Gramado Relva (105 x 68)
Capacidade 2.325
Construção
Data 2007
Inauguração
Data 7 de Setembro de 2007
Partida inaugural Club Sport Marítimo 0 - 2 Clube Desportivo Nacional
Primeiro gol Zé Vítor (Nacional) aos 62 m
Recordes
Público recorde 3.000
Data recorde 7 de Setembro de 2007
Partida com mais público Club Sport Marítimo 0 - 2 Clube Desportivo Nacional
Proprietário Região Autónoma da Madeira
Administrador Sociedade de Desenvolvimento Ponta do Oeste
Mandante União da Madeira

O Estádio do Centro Desportivo da Madeira é um estádio de futebol situado no Centro Desportivo da Madeira entre a freguesia da Ribeira Brava e a freguesia da Serra de Água no concelho da Ribeira Brava, a sudoeste na Região Autónoma da Madeira, sendo atualmente utilizado pelo União da Madeira, na Segunda Liga.

Foi recentemente inaugurado a 7 de Setembro de 2007, sendo um estádio em relva natural ladeado por uma pista de atletismo olímpica. Tem a sul um pequeno campo sintético com as medidas 90 x 60, sendo que a norte existe um campo de 7 para a prática de futsal, um polivalente coberto e dois courts de ténis com bancada.

Pista de AtletismoEditar

Esta é uma estrutura com um perímetro de 400 metros, sendo composta por 8 faixas, tendo ainda os mais diversos equipamentos para a prática de atletismo: gaiola, caixa de areia, colchão, barreiras, etc.

Possuí ainda equipamento de foto-finish, que permite o registo acertado dos tempos.[1]

Estruturas e Áreas de apoioEditar

Possui uma bancada numa das laterais com capacidade para 2325 pessoas, tem uma sala VIP interior com panorâmica para o relvado com um tribuna no exterior desta. Aos lados existem as tribunas destinadas à imprensa (interiores e exteriores). a estrutura ainda comporta 6 balneários, dois gabinetes técnicos, dois bares, um posto médico, uma sala de reuniões, uma sala de imprensa, um ginásio, duas rouparias e uma lavandaria, um balneário para funcionários, alem de recepção, duas bilheteiras e elevadores.[2]

No exterior existem quatro torres de iluminação, cada uma com 28 projectores, viabilizando transmissões televisivas de qualquer competição nocturna que ali venha a realizar-se, isto em estruturas a 42 e 35 metros do solo. Possui ainda um quadro electónico de marcação de resultados.[3]

Rentabilização e usufruto do espaçoEditar

A sua construção foi da responsabilidade da Sociedade de Desenvolvimento Ponta do Oeste, sendo que a sua estrutura foi pensada de forma a poder possibilitar a feitura de estágios de equipas estrangeiras naquele espaço.[4]

É desde 2014, considerada a "casa" do União da Madeira.


Referências

  1. Funchal, 7 de Setembro de 2007, Diário de Notícias da Madeira "A pista tem um perímetro de 400 metros (à corda), e é composto por oito corredores (pistas), além da existência dos restantes equipamentos necessários para a realização das diversas disciplinas que compõem a modalidade de atletismo (corrida, salto em altura e em comprimento, lançamento do dardo, do martelo e do disco). Para tal, o espaço está dotado de fosso e de uma 'caixa' de areia, além de possuir também a 'gaiola', o colchão e as barreiras. A complementar estes equipamentos desportivos essenciais à prática das diversas disciplinas do atletismo, existe também um equipamento de 'foto-finish', para registo preciso dos tempos averbados nas provas de corrida."
  2. Funchal, 7 de Setembro de 2007, Diário de Notícias da Madeira "No interior desta bancada existe toda uma vasta área de apoio não só afecta ao próprio estádio principal, mas também aos restantes campos adjacentes. O mesmo é composto por seis balneários para as equipas, dois balneários para treinadores, outros dois balneários para árbitros, dois gabinetes técnicos, dois bares, um posto médico, uma sala de reuniões, uma sala de imprensa, um ginásio, duas rouparias e uma lavandaria, um balneário para funcionários, alem de recepção, duas bilheteiras e elevadores. Assinale-se que praticamente todas estas áreas estão devidamente apetrechadas, destacando-se das demais, a qualidade dos diversos aparelhos que equipam a área de ginásio."
  3. Funchal, 7 de Setembro de 2007, Diário de Notícias da Madeira "Assinale-se que estes postes gigantes, de forma a minimizar os efeitos de encadeamento, ostentam uma altura significativa. As duas torres do lado da bancada têm uma altura de 42 metros em relação ao solo, enquanto as outras duas outras do lado oposto se ficam pelos 35 metros. Um painel electrónico (que será montado dentro em breve, em substituição do actual que é provisório) complementará o extenso 'rol' destes que são os principais equipamentos que integram o estádio principal do Centro Desportivo da Madeira."
  4. Funchal, 7 de Setembro de 2007, Diário de Notícias da Madeira "(…)um dos propósitos do promotor é poder atrair à Região equipas estrangeiras que possam vir a estagiar neste Centro Desportivo da Madeira. Os clubes de futebol são naturalmente os mais apetecíveis."