Abrir menu principal
Servo de Deus
Estêvão Bettencourt, O.S.B.
Presbítero da Igreja Católica
Fundador da Revista Apologética Católica Pergunte & Responderemos
Atividade Eclesiástica
Ordem Ordem de São Bento
Diocese Arquidiocese de Olinda e Recife
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 18 de julho de 1943
Basílica de Sant'Agnese in Agone
Dados pessoais
Nascimento Rio de Janeiro
16 de setembro de 1919
Morte Rio de Janeiro
14 de abril de 2008 (88 anos)
Nome religioso Dom Estêvão Bettencourt
Nome nascimento Flávio Tavares Bettencourt
Nacionalidade brasileiro
Sepultado Mosteiro de São Bento (Rio de Janeiro)
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Estêvão Bettencourt, OSB (Rio de Janeiro, 16 de setembro de 1919 - 14 de abril de 2008), batizado Flávio Tavares Bettencourt, foi um dos mais destacados teólogos brasileiros do século XX. Foi também monge da Ordem de São Bento do Mosteiro de São Bento, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil.

EstudosEditar

Realizou seus estudos fundamentais no Colégio São Bento do Rio de Janeiro. Entrou para o Mosteiro de São Bento em 1 de fevereiro de 1936. Recebeu o hábito no mês de outubro do ano seguinte, quando realizou seus primeiros votos na sala capitular do mosteiro. Por causa de sua devoção aos mártires da Igreja nascente, foi-lhe dado, como padroeiro monástico, Santo Estêvão.

Em novembro de 1937, o abade do Rio de Janeiro, Dom Tomás Keller, considerando a sua inteligência destacada, enviou-o a Roma, para estudar Filosofia no Pontifício Ateneu de Santo Anselmo, onde obteve o grau de bacharel, em 7 de novembro de 1939; e o de doutor, em novembro de 1944, com a defesa de sua tese sobre Orígenes: Doctrina Ascetica Origenis seu quid docuerit de Ratione animæ humanæ cum dæmonibus. Voltou ao Brasil em 1945.

Profissão monásticaEditar

DiaconatoEditar

Foi ordenado diácono temporário em Roma, a 12 de julho de 1942.

PresbiteradoEditar

TrabalhoEditar

Retornando ao Brasil, em 1945, torna-se um grande educador, tendo sido professor:

Publicações e traduçõesEditar

Ligações externasEditar