Estação Hospital Clínic

Hospital Clínic é uma estação da linha Linha 5 do Metro de Barcelona. A estação está localizada no bairro Ensanche de Barcelona sob a Calle de Rosellón e próximo ao Hospital Clínico como o próprio nome sugere.

Estação Hospital Clínic em 2018.
Estação Hospital Clínic em 2008.

HistóriaEditar

A estação Hospital Clínic foi projetada em 1963, no chamado Plano de Emergência para o Desenvolvimento da Rede do Metrô de Barcelona. Neste projeto, a estação foi provisoriamente denominada Roussillon e destinava-se a ser um intercomunicador que serviria, por um lado, a Linha II (originalmente denominada Transversal Medio) na sua extensão de Sagrera (atual La Sagrera) a Sans (atual Plaça de Sans) e, por outro lado, a uma futura Linha IV que iria de Maragall a San Ramón.[1][2]

Destes dois projetos, apenas a Linha II foi aprovada. As obras de sua extensão, no trecho entre as ruas Enrique Granados e Sans (onde se localizam as estações do Hospital Clínic e Entença) foram executadas por Dragados e Construcciones e começaram a 1 de julho de 1966. Em 1967, foi aprovado um novo Plano de Metrô que redistribuiu as linhas da rota anterior. A estação Hospital Clínic passou a fazer parte da futura Linha V. A chegada da Linha IV foi descartada, mas um novo intercomunicador foi proposto com uma futura Linha VII, que deveria ligar a Estação San Antonio e La Bonanova, mas que nunca se concretizou.[2][3]

Em 3 de novembro de 1969, Barcelona inaugurou sua nova linha de metrô, a Linha V ou Transversal Alto, que circulava entre as estações da Rambla Cataluña (atual Diagonal) e San Ramón (atual Collblanc), passando pelo Hospital Clínico. A cerimónia inaugural contou com a presença do Ministro das Obras Públicas, Federico Silva Muñoz, do Ministro do Interior, Tomás Garicano Goñi, e do Presidente da Câmara Municipal de Barcelona, ​​José María de Porcioles, entre outras autoridades.[4]

Em 1982, a estação foi rebatizada de Hospital Clínic, enquanto a Linha V adotou algarismos arábicos e se tornou a Linha 5. Em 2006, foram realizadas obras de adaptação da estação para pessoas com mobilidade reduzida. Os acessos foram remodelados, foram criadas estradas para cegos e foram instalados três elevadores: um para ligar a rua ao átrio da estação e mais dois para ligar o átrio a cada plataforma. Entre 2009 e 2010 a estação foi objecto de um remodelagem abrangente. Os pavimentos, tetos e revestimentos de parede foram renovados, assim como os móveis e a iluminação.

Acessos à estaçãoEditar

[5]

  • Villarroel
  • Rosselló  
  • Comte d'Urgell

Referências

  1. Han quedado ultimados los proyectos del plan de ampliación del «metro» (PDF). La Vanguardia. [S.l.: s.n.] 17 de julho de 1965. p. 29 
  2. a b Salmerón, Carles (1992). El metro de Barcelona. [S.l.]: Terminus. ISBN 84-604-2387-5 
  3. Dentro de once años Barcelona tendrá una red de metros de 85 kilómetros (PDF). La Vanguardia. [S.l.: s.n.] 7 de fevereiro de 1967. p. 25 
  4. Nuevos e importantes servicios de transportes y comunicaciones (PDF). La Vanguardia. [S.l.: s.n.] 4 de novembro de 1969. p. 27 
  5. Hospital Clínic - Metro línia 5 (L5), TMB (em catalão)

BibliografiaEditar

  • Robert Schwandl: METROS IN SPAIN. The Underground Railways of Madrid, Barcelona, Valencia and Bilbao.Capital Transport Publishing, London, July 2001- ISBN 1854142429
  • Salmerón i Bosch, Carles: EL METRO DE BARCELONA: Història del ferrocarril metropolità de Barcelona.- Els Trens de Catalunya, Barcelona, 1992.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Estação Hospital Clínic