Abrir menu principal

Estação Liberdade é um filme brasileiro de 2013, dirigido por Caíto Ortiz[1].

O longa-metragem conta a história um nikkei em busca da própria identidade[2].

Em maio de 2013, foi selecionado para a primeira edição do projeto "Encontros com o Cinema Brasileiro"[3].

Índice

SinopseEditar

"Mario Kubo, 35 anos, brasileiro e terceira geração de descendentes de japoneses (sansei), não tem nenhum contato com a cultura de seus avós. Não fala japonês,, não segue filosofias orientais e quase não come sushi. Em crise no trabalho e no casamento com Elvira, neta de italianos, Mario não tem filhos nem planos. Totalmente ocidentalizado, o protagonista se depara com um dilema: não se sente brasileiro, muito menos japonês. No entanto, logo após o terremoto de 2011 que assolou o Japão com uma tsunami, Mario recebe uma carta. Toda escrita em ideogramas japoneses, o que o impede de saber seu conteúdo, ele a carrega a todo canto sem saber o motivo. Nesse momento, Mario parece despertar de um longo sono...Pensativo, ele encontra um universo fértil para sua busca de identidade que o levará até Tóquio, no Japão."[1]

CréditosEditar

Referências

  1. a b cinemadobrasil.org.br/ Estação Liberdade
  2. ipcdigital.com/ “Estação Liberdade”. Filme sobre um nikkei em busca da própria identidade seleciona atores na comunidade
  3. telaviva.com.br/ Dez filmes são selecionados para o projeto Encontros com o Cinema Brasileiro