Em química quântica é chamado tripleto um sistema com três possíveis valores de spin. Pode consistir num bóson W ou Z com spin de valor 1, dois fermiões idênticos com spin 1/2, ou mais de duas partículas num estado com spin total de 1 (tais como electrões numa molécula oxigénio tripleto). Um tripleto de spin é um conjunto de três estados quânticos dum sistema, cada um com um spin total S = 1 (em unidades de ).

Num sistema com duas partículas de spin-1/2 - por exemplo, o protão e o electrão no estado fundamental do hidrogénio, medido num determinado eixo, cada partícula pode girar para cima ou para baixo, pelo que o sistema possui quatro estados básicos no total:

Usamos os spins de cada partícula para rotular os estados básicos, em que a primeira e segunda seta em cada combinação indicam a direcção de rotação da primeira e segunda partículas, respectivamente. Em rigor:

e dado que para partículas de spin 1/2, os estados básicos abrangem um espaço de dimensão 2, os estados básicos abrangem um espaço de dimensão 4. Agora o spin total e a sua projeção sobre o eixo previamente definido pode ser calculado usando as regras para a adição o momento angular na mecânica quântica usando as coeficientes de Clebsch-Gordan. No geral:

Substituindo os quatro estados básicos:

Obtém-se os valores possíveis de spin total dados juntamente com a sua representação na base . Existem três estados com spin total do momento angular igual a 1:

e um quarto com o momento angular de spin total de 0.

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  • Griffiths, David J. (2004). Introduction to Quantum Mechanics 2nd ed. [S.l.]: Prentice Hall. ISBN 0-13-111892-7 
  • Shankar, R. (1994). «chapter 14-Spin». Principles of Quantum Mechanics 2nd ed. [S.l.]: Springer. ISBN 0-306-44790-8