Estreito dos Tigres

é uma estreito em Angola, localizado na província do Namibe, servindo de separação entre a faixa continental e a ilha dos Tigres
Carta náutica de 1882, onde o estreito ainda aparece como uma baía. O estreito dos Tigres aparece como Great Fish Bay.

O estreito dos Tigres, anteriormente conhecido como baía dos Tigres ou baía dos Grandes Peixes, é uma estreito em Angola, localizado na província do Namibe, servindo de separação entre a faixa continental e a ilha dos Tigres.[1]

O estreito era uma baía, formada por uma estreita península no lado leste, com seu istmo no sul, e uma vila de pescadores bem estabelecida chamada São Martinho dos Tigres.[2] O oceano rompeu o istmo da península em 1962 e a linha de contenção de água foi cortada. O cabo dos Tigres se tornou uma ilha da noite para o dia, sendo desde então a maior de Angola.[3]

A maior parte da área da antiga baía tornou-se um estreito entre a ilha e o continente. Da baía original, apenas uma pequena parte permanece — o Saco dos Tigres —, também sob risco de desaparecer em virtude dos efeitos das marés. Caso desapareça, uma pequena ilhota de areia se formará.[4]

Referências

  1. Baía dos Tigres é uma aldeia fantasma. Jornal de Angola. 10 de janeiro de 2019.
  2. Gazetteer of Angola - Names Approved by the United States Board on Geographic. Washington: Defense Mapping Agency, 1986. 20 ed. pg. 480.
  3. A Baía dos Tigres é uma vila fantasma com administrador ausente. Público. 24 de abril de 2018.
  4. Baía dos Tigres, Tombwa City Council, Namibe Province, Angola. Mindat.org. 2019.