Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2009). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Evaldo Mocarzel
Nascimento 9 de fevereiro de 1960 (59 anos)
Niterói
Cidadania Brasil
Ocupação jornalista, cineasta

Evaldo Mocarzel (Niterói, 9 de fevereiro de 1960) é um jornalista e cineasta brasileiro. Foi editor do Caderno 2 do jornal O Estado de S. Paulo.

BiografiaEditar

Cineasta estreante, formado em Cinema e Jornalismo na Universidade Federal Fluminense, no Rio, em 1982, tem assim como seu primeiro filme o documentário À margem da imagem, que recebeu inúmeros prêmios e conquistou o público dos festivais em que esteve presente. O filme surgiu de um exercício realizado por Mocarzel em um curso em Nova Iorque. Seu projeto, Pictures in the Park, queria discutir o roubo de imagem com moradores de rua e acabou se transformando em ideia para um projeto mais ambicioso.

À margem da imagem é o primeiro de uma série de quatro documentários realizados pelo cineasta, que compoem um retrato do Brasil urbano: À margem da imagem, sobre moradores de rua; À margem do concreto, sobre ocupações; À margem do lixo, sobre catadores de papel; e À margem do consumo, sobre uma favela.

O cineasta Evaldo Mocarzel é pai na vida real de Joana Mocarzel, que interpretou a menina Clara, a filha de Nanda que nasceu com síndrome de Down, na telenovela Páginas da Vida, de Manoel Carlos. Tendo assim realizado em 2005 um documentário sobre a Síndrome de Down, chamado Do Luto a Luta.

Atualmente Evaldo Mocarzel é professor do curso de cinema da FAP/CINETVPR - Escola Superior Sul Americana de Cinema e Televisão do Paraná (CINETVPR), nas disciplinas Documentarismo e Fundamentos da Direção. Além de ministrar vários cursos e oficinas pelo Brasil.

Dentre outras obras de Evaldo destacam-se Parteiras do Amazônia (2004) e Jardim Ângela (2007).