Exército da Turquia

O Exército da Turquia ou Forças Terrestres da Turquia (em turco: Türk Kara Kuvvetleri) formam um ramo das Forças Armadas Turcas. A história moderna do exército teve início com a sua formação após o colapso do Império Otomano. Eventos significativos desde a fundação do Exército incluem o combate na Guerra da Coreia e na Invasão Turca de Chipre em 1974, e agindo como um baluarte da OTAN ao longo das fronteiras da Guerra Fria até 1992. Atualmente é o segundo maior exército da OTAN.[2][3]

Exército da Turquia
País  Turquia
Subordinação Forças Armadas da Turquia
Criação 1949
Aniversários 28 de junho
Logística
Efetivo 260 000 militares (2018)[1]
Equipamentos
Comando
Chefe do Estado-Maior General Hulusi Akar
Comandante General Salih Zeki Çolak

O Exército Turco ocupa um lugar de destaque nas forças armadas. É habitual para o Chefe Geral do Estado Maior da República da Turquia ter sido o comandante das forças terrestres turcas antes de sua nomeação como oficial sênior. Juntamente com a Marinha e a Força Aérea, o Exército tem frequentemente intervindo na Política da Turquia, que agora está sendo regulado para uma extensão com a reforma do Conselho de Segurança Nacional. O atual comandante é o General Hayri Kıvrıkoğlu.

HistóriaEditar

 Ver artigo principal: História Militar da Turquia

ModernizaçãoEditar

No final da década de 1980, um processo de reestruturação e modernização foi iniciado pelas Forças Armadas da Turquia, que ainda continua atualmente. O objetivo final da Turquia é a produção de equipamentos militares pelo próprio país, e tornar-se cada vez mais autossuficiente em termos de tecnologias militares.

FotosEditar

Referências

  1. The Military Balance 2018. — P. 157.
  2. My country & NATO: Turkey, NATO official web site Arquivado em 22 de janeiro de 2000, no Wayback Machine.
  3. Turkey, America and Europe: Who is losing Turkey?, The Economist
  Este artigo sobre a Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.