Félix da Mota Pais

Felix da Mota Paes (Lorena, 1794 - Conceição dos Ouros, 2 de março de 1872) foi o fundador de Conceição dos Ouros, major e pai de Joaquim da Mota Paes (Barão de Camanducaia) e de José Ribeiro da Mota Paes (Barão da Mota Paes). Foi casado com Lucinda Angélica Ribeiro e teve com ela nove filhos.

BiografiaEditar

Nasceu em Lorena, SP, em 1794. Era filho do Capitão Joaquim da Mota Paes e Dona Quitéria Lemes Cabral, ambos lorenenses. Eram seus irmãos,Alferes Domingos da Mota Paes, nascido em 08 de agosto de 1789,João da Mota Paes, nascido em 1790. Em 1799, a família se mudou para Pouso Alto-MG. Ali ele se casou com Dona Lucinda Maria de Jesus Ribeiro, ou Lucinda Angélica Ribeiro, nome civil e de batismo, respectivamente. Com ela teve nove filhos.

Por volta de 1824, acompanhado de amigos, familiares e escravos, se fixou no Oratório das Dores, próximo à Barra do Ouro, hoje Conceição dos Ouros. No ano de 1854 ele e sua esposa doaram um terreno próximo a confluência do Ribeirão dos Ouros com o Rio Sapucaí Mirim. No terreno construíram uma capela para um melhor atendimento espiritual dos que naquela localidade residiam. A celebração da primeira missa na capela historicamente se tornou a data de fundação da cidade de Conceição dos Ouros.

Faleceu em 2 de março de 1872 e foi sepultado no cemitério da capela que havia construído. Dentre seus nove filhos dois receberam o baronato: Joaquim da Mota Paes e José Ribeiro da Mota Paes.

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.