Abrir menu principal

Fajão

aldeia e antiga freguesia de Pampilhosa da Serra, Portugal
Portugal Fajão 
  Freguesia portuguesa extinta  
Foto da Aldeia de Fajão, Pampilhosa da Serra
Foto da Aldeia de Fajão, Pampilhosa da Serra
Localização
Pampilhosa da Serra 12.PNG
Fajão está localizado em: Portugal Continental
Fajão
Localização de Fajão em
Coordenadas 40° 08' 57" N 7° 55' 20" O
Concelho primitivo Pampilhosa da Serra
Concelho (s) atual (is) Pampilhosa da Serra
Freguesia (s) atual (is) Fajão - Vidual
História
Extinção 2013
Características geográficas
Área total 65,77 km²
População total (2011) 233 hab.
Densidade 3,5 hab./km²
Outras informações
Orago Nossa Senhora da Assunção
Parque Eólico na freguesia de Fajão, Pampilhosa da Serra.
Parque Eólico na freguesia de Fajão, Pampilhosa da Serra.

Fajão foi uma freguesia portuguesa do concelho de Pampilhosa da Serra, com 65,77 km² de área[1] e 233 habitantes (2011).[2] A sua densidade populacional é de 3,5 hab/km².

Foi extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada à freguesia de Vidual, para formar uma nova freguesia denominada Fajão - Vidual, da qual é a sede.[3]

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Fajão [4]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
942 1 040 1 087 1 230 1 460 1 629 1 307 1 517 1 625 1 304 911 587 383 295 233

HistóriaEditar

Foi vila e sede de concelho até 1855. Era constituído apenas pela freguesia da sede e tinha, em 1801, 713 habitantes. Após as reformas administrativas do início do liberalismo foram-lhe anexadas as freguesias de Teixeira, Dornelas, Janeiro de Baixo, Unhais-o-Velho e Vidual de Cima. Tinha, em 1849, 3 359 habitantes.

O foral de Fajão foi dado pelo pelo Prior do Mosteiro de Folques em 1233. Este mosteiro foi historicamente proeminente na região, atribuindo forais de terras e lugares, bem como outros direitos de padroados e jurisdições [5].

Fajão, uma das dez freguesias do concelho de Pampilhosa da Serra, está situada numa espécie de concha rodeada de montanhas, tendo à esquerda os rochedos de Penalva e o cabeço da Mata, para a direita a Serra da Rocha, à retaguarda a Serra da Amarela e em frente o Picoto de Cebola.

A sua situação à beira de uma estrada carreteira que liga a Beira Baixa com as outras Beiras, tornaram-na um centro de passagem obrigatória para os almocreves e outros visitantes que por ali tinham que passar.

Aldeia de grandes tradições, tem na sua essência o xisto com que são construídas a maior parte das suas habitações. Aldeia da rede "aldeias de xisto", encontra-se em franca recuperação arquitectónica de forma a promover o turismo regional.

Dista cerca de 20 km da aldeia do Piodão, sendo que o alojamento nesta aldeia é de qualidade e a preços simbólicos em relação a esta. Fajão tem também como posse uma aldeia chamada de Castanheira da Serra cheia de grandes e também diversas tradições perto de ceiroquinho.

Em Abril de 1918 e "Como recompensa dos heróicos feitos praticados nos campos de batalha em França"[6] foi Condecorado com a Cruz de Guerra o 1º Cabo Manuel de Almeida pertencente à 3ª Companhia - Regimento Infantaria 23, e natural das Boiças, freguesia do Fajão - Concelho da Pampilhosa da Serra, .

PatrimónioEditar

  • Museu Monsenhor Nunes Pereira - Dispõe de núcleos de etnografia, documentação, pintura e escultura. Exibe a reconstituição de alguns espaços típicos (cozinha, quarto). Tem Sala de Exposições Temporárias.
  • Igreja Paroquial de Fajão - Séc. XVIII (1788). O altar-mor remonta ao século XVII. A Pia Baptismal e as imagens de S.Teotónio, S.Simão e N. Senhora do Rosário (recebidos do templo primitivo), à segunda metade do século XVI.
  • Antiga Casa da Câmara e Cadeia - Edifício em xisto que alberga hoje uma acolhedora hospedaria.
  • Igreja de Nossa Senhora da Assunção (matriz)
  • Capelas de S. Salvador, de Ceiroquinho, de Vale Pardieiro, de Cavaleiro de Baixo, de Cavaleiro de Cima, da Mata, da Ponte de Fajão, das Gralhas, da Senhora da Guia e da Senhora do Livramento
  • Antigas minas de Casal Novo, de Coiços, de Foz de Coice, de Boiças e de Algares
  • Castelos naturais
  • Grutas e penedos de Fajão
  • Sítio da Raseira
  • Praia fluvial
  • Penedo de Portelo ou da Bruxa
  • Capelas de Castanheira da Serra, do Porto da Balsa, de Camba, de Ceiroco, de Covanca e de Nossa Senhora de Fátima
  • Antigas minas do Seixal, de Sernalhoso e de Foz do Ceiroco
  • Alto da Rocha

PersonalidadesEditar

Referências

  1. IGP (2012). «Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2012.1» (XLS-ZIP). Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2012.1. Instituto Geográfico Português. Consultado em 30 de julho de 2013. Cópia arquivada em 9 de novembro de 2013 
  2. INE (2012). «Quadros de apuramento por freguesia» (XLSX-ZIP). Censos 2011 (resultados definitivos). Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_CENTRO". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 27 de julho de 2013. Cópia arquivada em 8 de outubro de 2014 
  3. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  4. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  5. Gomes, Saul António ( Revista Portuguesa de História) - https://digitalis.uc.pt/pt-pt/node/89401
  6. Jornal "A Comarca de Arganil" - 18 de Abril de 1918 - nº888 - Page01Dir.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.