Abrir menu principal

Fazenda Sete Quedas foi uma grande propriedade rural nos limites do município de Campinas, São Paulo, Brasil. Recebeu milhares de imigrantes alemães a partir da segunda metade do século XIX[1].

Formou-se como parte da sesmaria de Alexandre Barbosa de Almeida, falecido sem geração e sucedido pelo irmão Antônio Correia Barbosa, à viúva deste coube fracionar a propriedade sob a influência da cultura cafeeira. Assim, Úrsula Franco de Andrade vendeu terras a seu sobrinho Antônio Américo de Camargo Andrade, que nelas fundou a fazenda Sete Quedas, aumentando-lhe a área, com escritura distribuída no ano de 1876 de compra feita a Joaquim Policarpo Aranha, barão de Itapura.

Sucessores de Antônio Américo foram sua filha Amélia e o marido e primo José Teodoro de Oliveira Andrade, que, em 1900, tinham produção de 6 mil arrobas de café.

A fazenda passou depois ao filho do casal, Sílvio de Oliveira Andrade, possuidor de seu uso e fruto, sendo a nua propriedade de seus filhos.

BibliografiaEditar

  • DE MELLO PUPO, Celso Maria - Campinas, Município do Império, Imprensa Oficial do Estado S.A., São Paulo, página 205

Referências