Federação Mundial da Juventude Democrática

A Federação Mundial da Juventude Democrática (FMJD) é uma organização juvenil internacional reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma ONG da juventude mundial.[1]

Federação Mundial da Juventude Democrática
(FMJD)
Tipo Movimento estudantil
Fundação 10 de novembro de 1945 (77 anos)
Sede Budapeste, Hungria
Sítio oficial wfdy.org

HistóricoEditar

A entidade foi fundada em 1945, em Londres, no encerramento da Conferência Mundial da Juventude, como um amplo movimento internacional da juventude após o fim da Segunda Guerra Mundial. Não obstante, com o começo da Guerra Fria praticamente todas as organizações de países capitalistas se retiraram da FMJD por causa de sua associação com partidos comunistas e socialistas alinhados com a União Soviética.[2]

CriseEditar

Quando o Pacto de Varsóvia e a URSS foram desintegrados, entre 1989 e 1992, a FMJD entrou em crise. Surgiram então discussões e conflitos internos sobre o caráter da entidade por causa do vazio de poder criado pelo desmanche de seu membro mais importante, o Komsomol soviético. A WFDY tornou-se alvo e vítima da espionagem da CIA.[3][4] Alguns defenderam uma estrutura apolítica, enquanto outros se mostravam a favor de uma posição abertamente de esquerda. A FMJD no entanto sobreviveu à crise e atualmente é uma entidade juvenil ativa que realiza atividades regulares.

A sede da organização fica na capital da Hungria, Budapeste. O principal evento organizado pela FMJD é o Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes. A última edição do evento aconteceu na Rússia em 2018 e contou com milhares de participantes de todo o mundo.

MembrosEditar

Entre os membros da Federação Mundial da Juventude Democrática encontram-se:

Referências

  1. «List of non-governmental organizations in consultative status with the Economic and Social Council» (PDF) 
  2. Staar, Richard Felix (1991). «Foreign Policies of the Soviet Union» (em inglês). Hoover Press. Consultado em 21 de junho de 2020 
  3. Richelson, Jeffery T. (17 de julho de 1997). «A Century of Spies: Intelligence in the Twentieth Century» (em inglês). Oxford University Press, USA. Consultado em 21 de junho de 2020 
  4. Cook, Bernard A. (2001). «Europe Since 1945: An Encyclopedia» (em inglês). Taylor & Francis. Consultado em 21 de junho de 2020 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre movimentos sociais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.