Feitiço da Vila

Feitiço da Vila é uma canção de Noel Rosa, composta em 1934 para homenagear seu bairro, Vila Isabel. Nessa época, Noel e Wilson Batista, um compositor de samba carioca, estavam envolvidos em uma polêmica. Para contrapôr o Feitiço da Vila, Wilson compôs Conversa fiada e teve como resposta de Noel o antológico Palpite infeliz.[1]

Polêmicas à parte, com Feitiço da Vila, Noel Rosa traz novos elementos para a compreensão do samba. Nesta composição ele trata o samba como um feitiço, que contagia os que ouvem, assim como já se entendia anteriormente. Porém é um feitiço "decente", o que denota uma preocupação com a receptividade social e comercial.[2]

Nesta composição Noel também afasta o samba do significado e da relação que se fazia, obrigatoriamente, à cultura e religiosidade afro-brasileira, afirmando ser o feitiço "sem farofa, sem vela e sem vintém".[2]

Feitiço da Vila

Quem nasce lá na Vila

Nem sequer vacila

Ao abraçar o samba

Que faz dançar os galhos

Do arvoredo e faz a lua

Nascer mais cedo

Lá, em Vila Isabel

Quem é bacharel

Não tem medo de bamba

São Paulo dá café

Minas dá leite

E a Vila Isabel dá samba

A vila tem um feitiço sem farofa

Sem vela e sem vintém

Que nos faz bem

Tendo nome de princesa

Transformou o samba

Num feitiço decente

Que prende a gente

O sol da Vila é triste

Samba não assiste

Porque a gente implora

Sol, pelo amor de Deus

não vem agora

que as morenas

vão logo embora

Eu sei por onde passo

Sei tudo o que faço

Paixão não me aniquila

Mas, tenho que dizer

Modéstia à parte

Meus senhores

Eu sou da Vila!

A Vila tem um feitiço sem farofa

Sem vela e sem vintém

Que nos faz bem

Tendo nome de princesa

Transformou o samba

Num feitiço decente

Que prende a gente

Referências

  1. «Noel Rosa - Dados artísticos». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 14 de janeiro de 2012 
  2. a b Fenerick, José Adriano (2007). «Noel Rosa, o samba e a invenção da música popular brasileira» (PDF). Revista História em Reflexão. 1 (1). Consultado em 14 de janeiro de 2012 

Ver tambémEditar

[1]

  Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Texto a negrito

  1. Texto em arial