Abrir menu principal

Ferréol d'Uzès (Narbona, 521) era o filho do senador Ansberto e da princesa Batilda , filha do rei Clotário I.[1][2][3]

Ele recebeu uma brilhante educação de seu tio, o bispo Rurício. Seu outro tio, são Firmino, o ordena sacerdote e o designa como sucessor à frente da diocese de Uzès. Ferréol sucede seu tio Firmin como bispo de Uzès aos 32 anos em 553. É consagrado pelo bispo de Arles Sapaudo, seu metropolita, assistido pelos bispos de Avignon e Orange, seus confrades provinciais.[2][3]

Referências

BibliografiaEditar

  • Catel, Guillaume (1633). Memórias sobre a história do Languedoque. Tolosa: [s.n.] 
  • Germer-Durand, Eugène (1864). O Priorado e a Ponte Saint-Nicolas de Campagnac. Nîmes: [s.n.] 
  • Roque, Louis de la (1860). Armorial da nobreza de Languedoque. Paris: [s.n.] 
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.
 
Este artigo resulta, no todo ou em parte, de uma tradução do artigo «Ferréol d'Uzès» na Wikipédia em francês, na versão original. Você pode incluir conceitos culturais lusófonos de fontes em português com referências e inseri-las corretamente no texto ou no rodapé. Também pode continuar traduzindo ou colaborar em outras traduções. (Data da tradução: 1 de setembro de 2018)Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)