Abrir menu principal

Ferradura

produto fabricado, desenhado para proteger o casco de se gastar nos animais
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Ferradura (desambiguação).
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2014). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Uma ferradura numa porta
Ferradura terapêutica do início do século 20, em exposição no Museu de Anatomia Veterinária, em São Paulo

A ferradura é uma peça que pode ser feita de vários materiais diferentes - ferro, alumínio e plástico, entre outros. É utilizada em cavalos e outros animais como mulas, jumentos e afins, como proteção dos cascos.

Em várias culturas a ferradura é utilizada também como um amuleto, objeto que traz sorte, ao ser pendurada na porta, e existe no Brasil e em Portugal.

Possivelmente essa crença veio da Chamsa que era uma espécie de amuleto profético dos Judeus. Alguns dos que fugiram para o sertão era empregados de judeus que segundo os relatos dos moradores mais antigos do sertão ensinaram muita coisa para os nordestinos.

É comum vermos cavalos com ferraduras nas patas. Essa peça é colocada para proteger o casco dos animais.

A ferradura foi inventada por volta do século 10, quando os homens viram a necessidade de proteger os equinos. A ferradura surgiu no formato de sandálias feitas de grama trançada.

Em seguida, o líder mongol, Genghis Khan, passou a utilizar a ferradura de couro, que durava mais tempo e tinha mais poder de fixação ao casco. Mais tarde, os gregos evoluíram a invenção e criaram a hipo-sandália, feita de chapas de ferro presas com tiras de couro.

Atualmente, as ferraduras apresentam design e material ortopédicos e corretivos. As ferraduras modernas são feitas de alumínio leve, aço e alumínio.

Essas placas de ferro ajudam a preservar os cascos e evitar problemas para o animal. A ferradura evita defeitos de formação do casco e reduz irregularidades da marcha.

O cavalo pisa sobre a extremidade de um único dedo, protegido por um casco, que a uma unha córnea. Na Antiguidade, os cavalos não eram ferrados e, como os cascos desgastavam-se depressa, os animais não podiam trabalhar por muito tempo. Por volta do século X, no Ocidente, passaram a colocar as ferraduras, cujos cravos se enterravam na parte morta do casco. E o costume se espalhou.



O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ferradura
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.