Abrir menu principal

Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga

O Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga é um evento musical realizado anualmente na cidade brasileira de Juiz de Fora.

Dedicado ao estudo e interpretação da música antiga e organizado pela Pró-Reitoria de Cultura e o Centro Cultural Pró-Música da Universidade Federal de Juiz de Fora, é um dos mais importantes e tradicionais eventos do gênero no Brasil.[1][2][3] Em 2018 estava em sua 29ª edição. Sua programação inclui concertos vocais e instrumentais, incluindo óperas, sempre gratuitos, além de oficinas de estudo, master classes, cursos, palestras, exposições, lançamento de publicações e gravações, e regularmente conta com seminários e congressos paralelos de musicologia.[2][4][3] O Encontro de Musicologia Histórica ocorre a cada dois anos, apresentando pesquisas sobre o tema proposto para a edição daquele ano.[4]

O festival conta com a participação de professores, intérpretes e conjuntos estrangeiros e de várias partes do país, e oferece instrução para centenas de alunos.[5][1][3] A partir de 2000 a Orquestra Barroca, formada por professores, passou a ser regida pelo maestro e violinista Luís Otávio Santos, educado na Holanda e lá distinguido com o prestigioso prêmio Diapason d'Or por sua gravação de sonatas de Jean-Marie Leclair. Sob sua direção a orquestra elevou o nível técnico das apresentações e tem realizado muitas gravações, elogiadas pela sua qualidade e pela sua importância como documentos.[1][6][7][3]

O festival contribuiu para uma renovação no campo da música antiga no Brasil, introduzindo conceitos de interpretação histórica e formando um novo público, e foi reconhecido como Patrimônio Imaterial da cidade.[8][3]

Referências

  1. a b c "Mostra em MG recebe música antiga e colonial". Folha de São Paulo, 16/07/2005
  2. a b "23º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga". Agência FAPESP, 15-29/07/2012
  3. a b c d e Cruz, Luiz. "Pró-Música de Juiz de Fora". Gazeta de São João del-Rei, 26/05/2012
  4. a b Ribeiro, Douglas. "Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga começa neste domingo". Diário Regional, 10/07/2018
  5. "Juiz de Fora sedia festival com 30 concertos gratuitos". Portal do Governo do Brasil, 25/07/2014
  6. "Orquestra Barroca revisita Beethoven em novo CD". Tribuna de Minas, 11/12/2014
  7. Natali, João Batista. "De volta ao Brasil, regente Luís Otávio Santos cria Orquestra Barroca". Folha de São Paulo, 31/01/2012
  8. Lima, Helô. "21° Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga". Jornal GGN, 05/07/2010