Abrir menu principal

Filosofia concreta

filosofia de Mário Ferreira dos Santos

A filosofia concreta é a filosofia de Mário Ferreira dos Santos (1907-1968), que se caracteriza, sobretudo, pela tentativa de metamatematizar a filosofia, dentro de um critério pitagórico, compreendendo 258 teses com rigorosas demonstrações, de uma forma análoga à geometria.[1] Mário sustentou essa filosofia sobre critérios apodíticos, que, a seu ver, eram válidos para todas as ciências, evitando juízos assertóricos, válidos apenas para algumas áreas do saber.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «"POR QUE RELER MÁRIO FERREIRA DOS SANTOS HOJE?"». Consultado em 18 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 18 de fevereiro de 2017 
  2. «Por que reler Mário Ferreira dos Santos hoje?». Consultado em 24 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 24 de dezembro de 2016 
  Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.