Fine Young Cannibals

Banda inglesa

Fine Young Cannibals foi uma banda britânica mais conhecida pelos sucessos de 1989 "She Drives Me Crazy" e "Good Thing", do álbum The Raw and the Cooked. Ambas as canções alcançaram o topo nas paradas de singles dos Estados Unidos.[3]

Fine Young Cannibals
Fine Young Cannibals (1990)
Informação geral
Origem Birmingham, Inglaterra
País Reino Unido
Gênero(s) Sophisti-pop,[1] new wave, ska,[2] soul progressivo
Período em atividade 1984 - 1992
Gravadora(s) London, I.R.S
Integrantes Roland Gift
David Steele
Andy Cox

Em 1990 a banda venceu dois Brit Awards: melhor grupo britânico,ç e melhor álbum britânico (por The Raw & the Cooked).[4] Seu nome foi tirado do filme de 1960 All the Fine Young Cannibals estrelado por Robert Wagner e Natalie Wood.[5]

Referências

  1. «Fine Young Cannibals | Biography & History». AllMusic (em inglês). Consultado em 20 de fevereiro de 2021 
  2. Mahon, Maureen (2004). Right to Rock: The Black Rock Coalition and the Cultural Politics of Race. Duke University Press. p. 212. ISBN 9780822333173
  3. «Billboard Number One Hits 1980-1989». Like Totally 80s (em inglês) 
  4. Brits.co.uk Arquivado em 30 de maio de 2012 no Wayback Machine.
  5. Jessica Berens (abril de 1986). «Fine Young Cannibals – They're England's latest sultans of soul. Soon they'll be bringing it on home to America, where at least a band can get a decent meal». Spin. p. 73. Consultado em 14 de março de 2021 
   Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Reino Unido é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.