Firmo de Tipasa

Disambig grey.svg Nota: Para outras acepções, veja Firmo.

Firmo de Tipasa (em latim: Firmus), também chamado Firmo da Numídia, foi um bispo e primaz bizantino do século VI, ativo na África no reinado do imperador Justiniano (r. 527–565). Aparece pela primeira vez em 544, quando esteve entre os bispos que não aceitaram o édito imperial que impôs o banimento dos Três Capítulos no Ocidente. O papa Vigílio (r. 537–555) sucumbiu à pressão, provocando a reação dos bispos africanos, que conveniaram em Cartago em 550 um concílio no qual foi excomungado. Justiniano convocou à Constantinopla seus líderes, dentre eles Firmo, Reparato de Cartago, Primásio de Hadrumeto e Verecundo de Junce. Firmo acatou as ordens e foi permitido regressar para sua sé, porém faleceu na viagem de regresso.[1][2]

Firmo de Tipasa
Morte 552
Nacionalidade Império Bizantino
Ocupação Bispo
Religião Catolicismo

Referências

  1. Burns 2014, p. 79.
  2. Richards 2014, p. 149.

BibliografiaEditar

  • Burns, J. Patout; M. Jensen, Robin (2014). Christianity in Roman Africa: The Development of Its Practices and Beliefs. Grand Rapids, Michigão: Wm. B. Eerdmans Publishing. ISBN 146744037X 
  • Richards, Jeffrey (2014). The Popes and the Papacy in the Early Middle Ages (Routledge Revivals): 476-752. Londres e Nova Iorque: Routledge. ISBN 1317678176