Flotilha de Constantinopla

A Flotilha de Constantinopla foi uma formação da Marinha Imperial Alemã, criada para executar uma campanha de U-boot contra os aliados no Mar Mediterrâneo e no Mar Negro, durante a Primeira Guerra Mundial. Além disso, serviu para dar suporte ao aliado alemão, o Império Otomano. Apesar do nome oficial, a Divisão Mediterrânea (U-boote der Mittelmeer in Konstantinopel), ele executou poucas missões lá, focando sua atenção no Mar Negro.

Flotilha de Constantinopla
País Flag of the German Empire.svg Império Alemão
Estado Constantinopla
Corporação Marinha Imperial Alemã
Subordinação Divisão Mediterrânea
Missão Flotilha de U-Boot

A Flotilha de Constantinopla tinha a força máxima de 11 U-boot, mas como as condições comerciais não eram muito favoráveis no Mar Negro, a flotilha não teve muito sucesso em seus três anos de operação. Em três anos de operação, a frota afundou navios num total de 117,093 GRT. 14 U-boot serviram a Flotilha Constantinopla; 6 deles foram perdidos durante as operações.

Em 1917, a flotilha foi unificada com a Flotilha Pola, ficando sob o comando do líder U-boot Mediterrâneo (Führer der U-boote im Mittelmeer); a unidade foi renomeada como Meia Flotilha de Constantinopla (U-Halbflotille Konstantinopel).

Em 1918, com o colapso do Impérios Centrais, os U-boot foram afundados pela própria marinha alemã ou fugiram para se juntar aos navios da Flotilha Pola, em sua evacuação para a Alemanha.

ReferênciasEditar