Abrir menu principal
O foro do bõ burgo de Castro Caldelas, privilégio entregado pelo rei Afonso IX. Allariz, 1228.

O Foro do bõ burgo de Castro Caldelas foi considerado por alguns o documento mais antigo conhecido escrito em galego-português na Galiza.[1] A data mencionada é de 1228[1] , mas essa corresponde ao original latino e não à tradução para romance, provavelmente produzida no último quartel do séc. XIII[2][3]. Nele el-rei Afonso IX outorga aos cidadãos desta vila os seus foros e regula o seu regime.

O texto começa assim:

Referências

  1. a b ConselloDaCultura
  2. Souto Cabo, José António (2014). «Os primeiros escritos em galego-português: revisão e balanço». Revista Galega de filoloxía. Monografía. Lingua, texto, diacronía. Estudos de lingüística histórica. Consultado em 21 de abril de 2016 
  3. Souto Cabo, José António (2006). «Inventário dos máis antigos documentos galego-portugueses». Agália, 85-86 (2006): 9-88. Consultado em 21 de julho de 2010 

Ligações externasEditar