Früchtchen: Am Äquator ist alles möglich

Früchtchen: Am Äquator ist alles möglich (A Frutinha do Equador (título em Portugal) ou Frutinha: No Equador Tudo É Possível (título no Brasil)) é um documentário realizado e escrito por Herbert Brödl. A faixa Frutinha da Sorte foi composta por Guilherme Luís Vaz Alves de Carvalho.[4][5] Foi exibido no Festival de Cinema Nórdico de Lübeck a 6 de novembro de 1998.[6]

Früchtchen: Am Äquator ist alles möglich
No Brasil Frutinha: No Equador Tudo É Possível[1][2]
Em Portugal A Frutinha do Equador[3]
 Alemanha
 Áustria
 São Tomé e Príncipe
1998 •  cor •  75 min 
Realização Herbert Brödl
Produção Herbert Brödl
Argumento Herbert Brödl
Género documentário
Cinematografia Volker Tittel
Edição Katrin Köster
Companhia(s) produtora(s) 3sat
Baumhaus Film Brödl
Bayerischer Rundfunk
Hessischer Rundfunk
Westdeutscher Rundfunk
ORF
Lançamento Alemanha 6 de novembro de 1998 (Nordische Filmtage Lübeck)
Idioma português
alemão

ElencoEditar

  • João Quaresma
  • José Noronha
  • Jacinto Alfonso
  • Simão de Sousa
  • Pascoa Soares
  • Maria Neto Atalmira
  • Agostinho Patriky

Referências

  1. Santos Lima, Paulo (27 de julho de 1998). «Cineasta das selvas está no Unibanco». Folha de S.Paulo 
  2. «Frutinha: No Equador Tudo É Possível». Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Consultado em 2 de outubro de 2015 
  3. «Programação 15-04-2006». Rádio e Televisão de Portugal. 15 de abril de 2006 
  4. «Se estivessemos em São Tomé, com certeza iríamos!». Zarpante.com. 23 de maio de 2013 
  5. «Oradores do TEDxSãoTomé 2013». TEDxSãoTomé. Consultado em 2 de outubro de 2015 
  6. «Früchtchen - Am Äquator ist alles möglich» (em alemão). Nordische Filmtage Lübeck. Consultado em 2 de outubro de 2015 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um documentário (ou documentarista) é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.