Francis de Laporte de Castelnau

François Louis Nompar de Caumont LaPorte, conde de Castelnau (25 de Dezembro de 18104 de Fevereiro de 1880) foi um naturalista inglês que esteve em serviço da França. (Algumas fontes dão como nascido em 1812).

Francis de Laporte de Castelnau

Nasceu em Londres, estudou história natural em Paris. De 1837 a 1841 efectuou uma expedição científica ao Canadá, onde estudou a fauna dos lagos canadianos e os sistemas políticos do Canadá e dos Estados Unidos da América.

De 1843 a 1847, com dois botânicos e um taxidermista, cruzou a América do Sul, do Peru ao Brasil, seguindo o Amazonas e os sistemas do Rio da Prata.

Serviu como cônsul francês na Bahia em 1848; em Siam de 1848 até 1862, e em Melbourne, Austrália, de 1864 a 1877.

O nome Laportea foi estabelecido, em sua memória, como género de árvores tropicais.

ObrasEditar

  • Histoire naturelle, 1837.
  • Vues et souvenirs de l'Amérique du Nord
  • Expédition dans les parties centrales de l'Amérique: histoire naturelle des insectes coléoptères, 1840.
  • Mémoires sur les poissons de l'Afrique australe, 1843.

Ligações externasEditar

  • Biografia - Australian Dictionary of Biography
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.