Abrir menu principal
Francisco Brandão
Nascimento 11 de novembro de 1601
Alcobaça
Morte 28 de abril de 1680 (78 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação cronista, escritor
Magnum opus Monarchia Lusytana
Autógrafo de Frei Francisco Brandão, num documento datado de 1664.

Francisco Brandão (Alcobaça, 11 de Novembro de 1601 - Lisboa, 28 de Abril de 1680), sobrinho de Frei António Brandão, foi também cronista-mor do reino em 1649. [1]

Publicou as quinta e sexta partes da Monarchia Lusitana, ambas sobre o reinado de D. Dinis.

ObrasEditar

Frei Francisco Brandão está especialmente associado à Monarchia Lusitana iniciada por Bernardo de Brito, e prosseguida pelo tio António Brandão, cronistas-mores que o antecederam na publicação das quatro partes anteriores. As sétima e oitava partes seriam continuadas por Frei Rafael de Jesus e Frei Manuel dos Santos. Dividiu o reinado de D. Dinis em duas partes, ambas com 23 anos:

Referências

  1. Redactores e impressores da Gazeta “da Restauração” (A Génese do Jornalismo: Jornais Periódicos do Século XVII em Portugal e na Europa, Univ. Fernando Pessoa)
Precedido por
...
Cronista-mor
1649-1680
Sucedido por
Rafael de Jesus