Francisco Leitão Ferreira

poeta e historiador português (1667-1735)

Francisco Leitão Ferreira (Lisboa, 1667 — Lisboa, 1735), foi um poeta e historiador e presbítero secular português.

Francisco Leitão Ferreira
Nascimento 1667
Lisboa
Morte 1735 (67–68 anos)
Cidadania Reino de Portugal
Ocupação poeta, historiador, padre

Francisco Ferreira foi prior na Igreja do Loreto em Lisboa e fez parte da Academia Real de História Portuguesa.[1]

Além de historiador da Universidade portuguesa, proferiu na chamada Academia dos Anónimos uma série de lições que acabariam por ser impressas sob a forma de tratado, com o título de Nova Arte de Conceitos.

Leitão Ferreira efetua nessa obra um resumo dos principais Tratados que circulavam na Europa da época, acerca da noção de engenho e de conceitos adjacentes à poesia nas artes da linguagem, além de tratar de várias virtudes retóricas do texto "bem escrito".[2]

Muitas das suas obras e textos estão hoje disponíveis na Biblioteca Nacional do Brasil, no Rio de Janeiro.[2]

Obras editar

Referências

  1. «Porto Editora – Francisco Leitão Ferreira na Infopédia [em linha].». Infopédia. Dicionários Porto Editora. Consultado em 4 de abril de 2024 
  2. a b Carvalho, Maria do Socorro Fernandes de (2019). «Francisco Leitão Ferreira, poeta e acadêmico». Letras, Santa Maria, Especial: 205. Consultado em 4 de abril de 2024 

Bibliografia editar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.