A Frommer Stop é uma pistola húngara de ferrolho rotativo e de ação por recuo longo fabricada pela Fémáru, Fegyver és Gépgyár (FÉG) (Fábrica de Metal, Armas e Máquinas) em Budapeste. Foi projetada por Rudolf Frommer, e seu projeto original foi adotado como o Pisztoly 12M em 1912, criado para o Exército Real Húngaro. A arma foi fabricada em várias formas de 1912 a 1945 e usada nas Forças Armadas da Hungria, bem como, durante a Primeira Guerra Mundial, pelo Exército Otomano em quantidades limitadas. A Stop tem 165 mm de comprimento com um cano estriado de 4 ranhuras de 95 mm. O peso dela descarregada é de 610 g e o carregador destacável comporta sete cartuchos.[1]

Frommer Stop

Frommer Stop no calibre 7,65mm Browning
Tipo Pistola semiautomática
Pistola-metralhadora
Local de origem  Áustria-Hungria
História operacional
Utilizadores Exército Real Húngaro
Exército Otomano
Guerras Primeira Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
Histórico de produção
Data de criação 1912
Fabricante Fegyver- és Gépgyár
Período de
produção
1912–1945
Variantes Pisztoly 12M
Pisztoly 19M
Pisztoly 39M
Especificações
Peso 610 g (vazia)
Comprimento 165 mm
Comprimento 
do cano
95 mm
Cartucho 7,65mm/.32 ACP
9mm Kurz/.380 ACP
Ação Recuo longo
Velocidade de saída 280 m/s
Sistema de suprimento Carregador destacável de 7 cartuchos
Carregador destacável de 25 cartuchos (protótipo de submetralhadora)

A Stop incorporou características de projeto das pistolas Frommer anteriores, incluindo a modelo 1901 (M1901) e M1904 derivada da pistola Roth–Theodorovic.[2] A predecessora da M1911, a pistola Stop tinha câmara para o cartucho de 7,65 mm (calibre .32) com uma crimpagem no invólucro na base da bala. O disparo atingia uma velocidade de 280 m/s da arma. Frommer redesenhou a pistola com um layout mais convencional. Patenteada em 1912, esta variante foi produzida de 1919 a 1939, sob o nome de Pisztoly 19M. Foi adotada como a arma curta oficial das Forças Armadas da Hungria. A última variante da Stop, a Pisztoly 39M, foi produzida em 9mm Kurz (.380 ACP); no entanto, nunca foi adotada como uma pistola de serviço.[1]

Pistola-metralhadora

editar

A partir de 1916, os austro-húngaros fizeram várias tentativas de replicar a submetralhadora italiana Villar Perosa. Em 1917, a FÉG converteu duas pistolas Frommer Stop .380 em pistolas-metralhadoras com carregadores de 25 cartuchos e as encaixou lado a lado em um suporte central com um tripé. As pistolas-metralhadoras foram montadas de cabeça para baixo e os reténs dos carregadores foram ampliados para facilitar o descarregamento. Os gatilhos foram removidos e as armas eram operadas por um conjunto de hastes conectadas às garras da montaria, que engatavam diretamente nas travas. Os canos foram alongados e os mecanismos de engatilhamento foram redesenhados como braços salientes, que eram acionados por um conjunto de alavancas retráteis articuladas.[3][4]

Esta submetralhadora Frommer foi projetada para ser usada como uma metralhadora de apoio leve igual a arma italiana. Embora tenha sido testadoa pelo Exército Austro-Húngaro, não teve sucesso e foi fabricada apenas em pequenas quantidades. A pistola-metralhadora Frommer foi sucedida mais tarde em 1917 pela mais bem-sucedida Sturmpistole, uma cópia direta da Villar Perosa.[5]

Ver também

editar

Referências

  1. a b Broten, Merv. «Frommer Baby and Stop Pistols». cruffler.com 
  2. Antaris, Leonardo M. (2017). «In the Beginning». National Rifle Association of America. American Rifleman. 165 (10): 80 
  3. Ortner, M. Christian (2006). Storm Troops: Austro-Hungarian Assault Units and Commandos in the First World War: Tactics, Organisation, Uniforms and Equipment. Viena: Militaria Verlag. ISBN 9783950164282. OCLC 63197175 
  4. «Frommer M.17». firearms.96.lt 
  5. «Frommer M.17». firearms.96.lt 

Ligações externas

editar
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Frommer Stop