Abrir menu principal

Vários fungos terrícolas habitam a crosta do solo de regiões áridas. Aqueles expostos ao sol tipicamente contêm melanina e são resistentes a altas temperaturas, secura e nutrição reduzida. Espécies comuns em outros locais (p.e. Penicillium spp. e Aspergillus spp.) não suportam estas condições. A produção de grandes esporos escuros multicelulares também ajudam à sobrevivência. Os ascomicetes com reprodução sexuada, especialmente Chaetomium spp., aumentaram a sua resiliência ao desenvolverem peritécios espessos e escuros. Contudo, sob os arbustos do deserto, prevalecem espécies mais sensíveis como Gymnoascus reesii.[1]

Referências

  1. Grishkan, I., E. Zaady & E. Nevo. (2006) "Soil crust microfungi along as southward rainfall gradient in desert ecosystems." Eur. J. Soil Biol. 42: 33-42.
  Este artigo sobre fungos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.