Gabriele Valvassori

Arquiteto Italiano

Gabriele Valvassori (Roma, 21 de agosto de 16837 de abril de 1761) foi um arquiteto italiano do período barroco tardio, principalmente ativo em sua cidade natal Roma.

Palácio Doria Pamphilj, façada defronte à via del Corso

Em 1711-1717 ajudou a projetar a pequena igreja de San Giuseppe alle Fornaci próximo a Foligno, e como um assistente de Filippo Barigioni ajudou a expandir as instalações dos banhos térmicos de Nocera Umbra.

Em Roma foi patrocinado pela Família Pamphilj, ajudando a projetar o altar principal (1720) da igreja Sant'Agnese in Agone, localizada adjacente ao palácio familiar em Roma. Na década de 1730 ajudou nos projetos da Galeria Doria Pamphilj. O complexo atual foi expandido lateralmente do palácio no local antigamente pertencente às famílias Della Rovere e Aldobrandini. Projetos iniciais de Carlo Maderno foram ampliados por Antonio del Grande e complementados por Carlo Fontana (incluindo a capela) e Francesco Nicoletti. Valvassori é responsável pela façada massiva da Via del Corso.

Para a arquiconfraternidade de Padriri Bergamaschi, de 1729 a 1735, ajudou a desenvolver sua propriedade na Piazza Colonna, incluindo o Cerasoli College. Ajudou na restauração e remodelamento da igreja dominicana de Santi Quirico e Giulitta, em Roma. Projetou a façada do Santa Maria dell'Orto.

Em 1737 tornou-se membro da Academia de São Lucas e professor em 1758. Foi regente da Academia Pontifícia do Panteão.

ObrasEditar