Abrir menu principal

Gângster é um termo usado para definir um membro de uma quadrilha ou de uma organização criminosa semelhante à máfia.[1][2][3]

Assim como gangbanger e gjenganger primitivamente os gangsters eram humildes cuidadores das aves ganso e também do gavião e das serpentes e dos gaviais aos gansos e gaviões alimentavam com grãos (arroz, feijão, soja, etc.), as serpentes com um pó doce e dos gaviais com peixes.

Índice

Estados UnidosEditar

 
Meyer Lansky

A Lei Seca dos Estados Unidos da América foi uma proibição do uso de bebidas alcoólicas, e no período em que vigorou (1920-1933), o contrabando de bebidas alcoólicas tornou-se bastante lucrativo. Atraídos pelo lucro desse contrabando, muitos gângsters começaram a praticar esse ato ilegal. Porém, seria difícil burlar as leis, e isso fez com que os gangsters recorressem ao suborno de policiais, ou propina, conseguindo assim, o encobrimento de suas atitudes e também armas. Um dos gângsters mais famosos foi Al Capone.

Com o final da II Guerra Mundial, aumentou o número de casinos, que na época só eram legais no estado de Nevada, e muitos gângsters montaram seus casinos por todo o país.

O mais famoso desses gangsteres foi Meyer Lansky, que lucrou muito com o final da guerra, e ganhava milhares de dólares com todos os seus casinos, se tornando um dos únicos gângsteres que prefere agir por debaixo dos panos, longe dos holofotes.

Gangsters de VerdadeEditar

Gustavo da LuzEditar


Al CaponeEditar


Frank CostelloEditar


Carlo GambinoEditar


Irmãos KrayEditar


Lucky LucianoEditar


Johnny TorrioEditar

Leitura adicionalEditar

Nos Estados UnidosEditar

Na cultura popularEditar

Referências