Garbologia

Garbologia é um ramo de pesquisa da arqueologia que estuda os resíduos deixados por uma população e analisa-os para tentar obter informações sobre os seus costumes[1].

O nome veio de garbage, que em inglês significa lixo, e foi adotado pelo arqueólogo William L. Rathje. Ao longo de seus estudos sobre a cultura maia, Rathje percebeu que boa parte dos artefatos encontrados era material que havia sido descartado. ecidiu então aplicar o mesmo método ao lixo encontrado nas cidades dos EUA, lançando assim o Projeto Lixo (Garbage Project), em 1973[2].

Antes disso, garbologia era um termo pejorativo usado para rotular trabalhos como o do jornalista americano A.J. Weberman, que escrevia reportagens baseadas no que encontrava no lixo de Bob Dylan[3].

Referências

  1. HATAE, Marcia. Aplicação de geofísica como subsídio para estudos de arqueologia do lixo. Revista Brasileira de Geofísica, vol.24 no.2 São Paulo Apr./June 2006
  2. William L. Rathje: 1945-2012. USA News, 5 de junho de 2012 (em inglês)
  3. Weberman, A.J.. The Bob Dylan who's who (em inglês)


  Este artigo sobre arqueologia ou arqueólogos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.