Abrir menu principal

Wikipédia β

Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde janeiro de 2012)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Gelão I
Nascimento Século VI a.C.
Gela
Morte 477 a.C.
Siracusa
Progenitores Pai:Dinómenes de Gela
Irmão(s) Hierão I, Trasíbulo de Siracusa
Ocupação político
Prêmios vencedor da quadriga nos antigos Jogos Olímpicos

Gélon (ca. 540 a.C.478 a.C.) foi um tirano de Gela e Siracusa, colónias fundadas pelos antigos gregos na Sicília.

Gélon era filho de Deinomenes de Gela e pertencia ao meio aristocrático. Antes de tomar o poder foi comandante da cavalaria do tirano de Gela, Hipócrates. Quanto este faleceu em 491 a.C. Gélon, que era tutor dos filhos deste, afastou-os do poder, torna-se o novo tirano de Gela.

Em 485 a.C. Gélon tomou Siracusa, a cidade mais importante da Sícilia. Para esta cidade Gélon transferiu os habitantes ricos das cidades de Camarina e de Megara Hyblaea, localidades conquistadas nos dois anos seguintes, assim como os de Gela. Gelón fixou-se em Siracusa e deixou em Gela o seu irmão Hierão como seu representante.

Em 481 a.C. perante a ameaça que os Persas representavam para o mundo helénico, uma delegação da Grécia continental visitou Gélon pedindo a sua ajuda para participar na luta contra a invasão de Xerxes I. Gélon aceitou contribuir com o seu exército, mas apenas se lhe fosse concedido o comando das forças navais ou terrestres. Os gregos rejeitaram as suas condições.

Em 480 a.C. o general cartaginense Amílcar invadiu o norte ds Sícilia, mas foi derrotado por Gélon na Batalha do Hímeras, que segundo a tradição teria tido lugar no mesmo dia que a Batalha de Salamina. Gélon fez a paz com Cartago, não sem estabelecer uma indemnização elevada de mil talentos. Com este dinheiro o tirano embelezou Siracusa com novos edifícios e realizou oferendas aos santuários de Delfos e Olímpia. Gélon faleceu em 478 a.C., tendo sido sucedido pelo seu irmão Hierão, que não foi tão popular quanto ele.

Precedido por
Hipócrates
Tirano de Gela
Sucedido por
Gela controlada por Siracusa
governada por Hierão I
Precedido por
Tirano de Siracusa
Sucedido por
Hierão I

BibliografiaEditar

  • HAZEL, John - Who's Who in the Greek World. Routledge, 2001. ISBN 0415260329