Giambattista Costaguti

Giambattista Costaguti (Roma, 1636 - Roma, 8 de março de 1704) foi um cardeal do século XVII

Giambattista Costaguti
Cardeal da Santa Igreja Romana
Info/Prelado da Igreja Católica
Ordenação e nomeação
Cardinalato
Criação 13 de fevereiro de 1690
por Papa Alexandre VIII
Ordem Cardeal-presbítero
Título São Bernardo nas Termas Dioclecianas (1690-1691)
Santa Anastácia (1691-1704)
Dados pessoais
Nascimento Roma
1636
Morte Roma
8 de março de 1704 (68 anos)
Nacionalidade italiano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Biografia editar

Nasceu em Roma em 1636. De uma ilustre família genovesa. Filho de Prospero Costaguti, marquês de Sipicciano e de Rocca Elvezia, e sua segunda esposa, a condessa Vidman. Meio-irmão do cardeal Vincenzo Costaguti (1643). Tio-avô do cardeal Baldassare Cenci, Jr. (1761), por parte de mãe. Seu primeiro nome também está listado como Giovanni Battista.[1]

Clérigo da Câmara Apostólica, presidente da Zeccha e da Annona , 1669. Decano da Câmara Apostólica.[1]

Criado cardeal sacerdote no consistório de 13 de fevereiro de 1690; recebeu o chapéu vermelho em 16 de fevereiro de 1690; e o título de S. Bernardo alle Terme em 10 de abril de 1690. Concedeu dispensa para receber todas as ordens sagradas fora das Têmporas e sem intervalos de tempo entre elas, em 18 de julho de 1690. Participou do conclave de 1691, que elegeu o Papa Inocêncio XII. Optou pelo título de S.Anastasia, em 12 de novembro de 1691. Participou do conclave de 1700, que elegeu o Papa Clemente XI.[1]

Morreu em Roma em 8 de março de 1704, às 15 horas, em seu palácio romano. Exposto na igreja de S. Carlo ai Catinari, em Roma, onde se realizou o funeral a 10 de março de 1704, e sepultado na capela por ele construída para si nessa mesma igreja[1]

Referências

  1. a b c d «Giambattista Costaguti» (em inglês). cardinals. Consultado em 30 de novembro de 2022