Gildo De Stefano

Jornalista italiano
Gildo De Stefano, to work in the newspaper, Nov 2012

Gildo De Stefano é um jornalista de música, sociólogo, crítico musical.

BiografiaEditar

Escritor e jornalista italiano especializado em música afro-americana, sociólogo, crítico do Diário de Roma, colaborando com vários jornais, incluindo a revista italiana Classic Jazz, e diretor de arte do Festival Ragtime na Itália. Licenciado em Sociologia da Comunicação, colabora com RAI desde da década de oitenta, a qual realizou programas de jazz e publica regularmente ensaios sobre a Nuova Rivista Musicale Italiana, publicado pela RAI - canal de televisão italiana.[1]

Ele realiza e organiza cursos em Oficinas de Civilização Musical Africana e de Escrita Criativa em várias universidades e conservatórios italianos, como San Pietro a Majella e o Instituto Cultural do Sul em Nápoles. Ele é, certamente, o melhor especialista em Ragtime na Itália, do qual ele é o autor de duas narrativas históricas dessa modalidade de jazz únicas em italiano publicado por Marsilio Editori de Veneza e SUGARCO Edizioni de Milão, e um dos mais importantes especialistas em jazz da Itália, analisando acima deste tópico no seu requintado perfil sócioantropológico, como se mostra em seu livro de 1986, a primeira antropologia dos negros na língua italiana, mais tarde revisada e lançada em 2014, com o prefácio do grande pensador e filósofo Zygmunt Bauman.[2]

 
Gildo De Stefano recebe o Prêmio Internacional de Jornalismo Campania Felix do Presidente do Júri

Ele é o único autor da obra A História Do Ragtime em língua italiana em duas edições, em 1984 e 1991. Em meados da década de 1990, ganhou o prêmio nacional de jornalismo do Ministério Italiano da Infra-estrutura e Transportes, e ficou entre os finalistas do Prêmio literário Calvin, e em 2018 recebe o Prêmio Internacional de Jornalismo Campania Felix . Colabora com a Fundação para a Enciclopédia Italiana Treccani para vozes afro-americanas e outras revistas internacionais, como a canadense CODA. É membro da União Nacional de Escritores e Artistas Italianos.[3]

ObrasEditar

 
L'on. Silvia Costa, Presidente Commissione Europea Cultura e Istruzione, presenta il libro di Gildo De Stefano al Terracina Book Festival 2014

E-bookEditar

  • Racconti partenopei - Minimalismo esistenziale all'ombra del Vesuvio (Contos de Napoli - Minimalismo Existencial na Sombra do Vesúvio), Amazon.it, Napoli 2015, ASIN: B00XMZ1HOI
  • Ballata e morte di un gatto da strada - Malcolm! Malcolm! (Balada e morte de um gato de rua), Amazon.it, Napoli 2015, ASIN: B017LYN7G6
  • Lo zoo di Scampia, Gruppo Editoriale L'Espresso, Milano 2016

NotasEditar

  1. Luigi Panico, La grande festa di una musica centenaria, diário ROMA, 6 gennaio 2018
  2. Luigi Panico, Tutti i colori e la musica del Brasile, rivista LEGGERE:TUTTI
  3. Luigi Panico, De Stefano e i 100 anni della bossa nova, diário ROMA, 10 luglio 2017

Links externosEditar