Giorgos Katidis

futebolista grego

Giorgos Katidis - em grego, Γιώργος Κατίδης (Salônica, 12 de fevereiro de 1993) é um futebolista profissional grego, oficialmente banido da seleção de seu país, que joga como meia-atacante. Atualmente se encontra no Olympia Prague.

Giorgos Katidis
Γιώργος Κατίδης
Giorgos Katidis Γιώργος Κατίδης
Informações pessoais
Nome completo Giorgos Katidis
Data de nascimento 12 de fevereiro de 1993 (31 anos)
Local de nascimento Salônica,  Grécia
Altura 1,75 m
Informações profissionais
Número 11
Posição Meia-atacante
Clubes de juventude
2008–2010 Grécia Aris Salônica
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2010–2012
2012–2013
2013–2014
2014–2015
2015
2016–2017
2017
2017-2019
2019-
Grécia Aris Salônica
Grécia AEK Atenas
Itália Novara
Grécia Veroia
Grécia Levadiakos
Grécia Panegialios
Finlândia Jaro
República Checa Olympia Prague
15 (0)
20 (2)
10 (0)
4 (0)
9 (1)
12 (0)
10 (3)
22 (8)
Seleção nacional
2009–2011
2011–2012
2012–2013
Grécia Grécia Sub-17
Grécia Grécia Sub-19
Grécia Grécia Sub-21
8 (2)
30 (9)
6 (1)

Carreira editar

Durante a sua juventude foi jogador do Aris Salônica, mostrando grandes capacidades a nível futebolístico, tendo depois sido encaminhado para a Seleção Grega sub-17, onde jogou 8 vezes e marcou 2 gols.

Jogou ainda por AEK Atenas, Novara, Veroia, Levadiakos, Panegialios e Jaro, assinando com o Olympia Prague, clube da segunda divisão do Campeonato Tcheco.

Polêmica editar

Durante um jogo entre AEK Atenas e Veroia, em março de 2013, Katidis, após marcar um gol, celebrou-o fazendo a saudação nazista, provocando polêmica internacionalmente.[1] O gesto custou caro: por unanimidade, a Federação Grega de Futebol baniu o meia-atacante por toda a vida da seleção nacional (embora tivesse jogado pelas categorias de base). A entidade disse: "é um insulto profundo para todas as vítimas de brutalidade nazista".

Ewald Lienen, técnico do AEK, não chegou a defender Katidis, ao contrário do brasileiro-polonês Roger Guerreiro, que afirmara que o companheiro de clube não tinha conhecimento do gesto.[2] Katidis foi ainda afastado e multado pelo AEK até o encerramento da temporada.[3] Ele alegou que o gesto era para Michalis Pavlis, que não participara do jogo por estar lesionado, e declarou, em sua conta no twitter, que não era um jogador racista e que abominava o racismo.

Títulos editar

Prêmios individuais editar

Referências

  1. «Meia Giorgos Katidis, que fez gesto nazista em jogo, é banido da seleção grega - Correio de Uberlândia Online». 17 de março de 2013. Consultado em 13 de agosto de 2016 
  2. «Roger Guerreiro defende jogador que fez gesto nazista: 'É um menino bom'». GloboEsporte.com. Consultado em 18 de março de 2013 
  3. «AEK afasta e aplica multa a jogador que fez suposta saudação nazista». GloboEsporte.com. Consultado em 19 de março de 2013 
  4. «Relatório técnico» (PDF). UEFA. Consultado em 19 de junho de 2017 

Ligações externas editar