Abrir menu principal

Giuseppe Bruno

página de desambiguação de um projeto da Wikimedia
Giuseppe Bruno
Cardeal da Igreja Católica
Prefeito da Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica
Atividade Eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Nomeação 20 de março de 1954
Predecessor Dom Massimo Massimi
Sucessor Dom Gaetano Cicognani
Mandato 1954
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 10 de abril de 1898
Cardinalato
Criação 16 de fevereiro de 1946
por Papa Pio XII
Ordem Cardeal-diácono
Título Santo Eustáquio
Brasão
Coat of arms of Giuseppe Bruno.svg
Lema Justitia et Pax
Dados pessoais
Nascimento Sezzadio
30 de junho de 1875
Morte Roma
10 de novembro de 1954 (79 anos)
Nacionalidade Italiano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo


Giuseppe Bruno (30 de junho de 1875 - 10 de novembro de 1954) foi um cardeal da Igreja Católica Romana[1] que serviu como Secretário da Sagrada Congregação do Conselho e como Prefeito da Signatura Apostólica . Ele nasceu em Sezzadio , na Itália.

Índice

EducaçãoEditar

Foi educado no Seminário de Acqui e no Pontifício Ateneu "S. Tommaso d'Aquino", onde obteve o doutorado em filosofia . Continuou estudando no Pontifício Ateneu "S. Apolinário", onde se tornou Doutor em Teologia Sagrada (DST) e Doutor em Direito Civil e Cônego (JUD).

SacerdócioEditar

Ele foi ordenado em 10 de abril de 1898 em Acqui. Ele fez trabalho pastoral na diocese de Acqui. Ele atuou como professor de direito no Pontifício Ateneu "S. Apollinare" por muitos anos. Ele foi criado como camareiro Privado de Sua Santidade em 4 de março de 1922 e foi elevado ao nível de prelado Doméstico de Sua Santidade em 3 de janeiro de 1923. Ele foi nomeado Secretário da Comissão Pontifícia para a Autêntica Interpretação do Código de Direito Canônico em 14 de fevereiro 1924. Ele foi secretário da Congregação do Conselho de 3 de julho de 1930 até 1946. Ele foi elevado ao posto de Protonotary Apostolic em 25 de julho de 1932.

CardinalizadoEditar

Ele foi criado cardeal-diácono de S. Eustachio no consistório de 18 de fevereiro de 1946 pelo Papa Pio XII . Foi nomeado Prefeito da Congregação do Concílio em 16 de novembro de 1949, ocupando o cargo até 20 de março de 1954, quando se tornou Prefeito do Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica em 20 de março de 1954.

Morreu em 10 de novembro de 1954. O funeral aconteceu no dia 13 de novembro de 1954 na basílica de Santa Maria sopra Minerva , em Roma, com Giuseppe dell'Olmo , bispo de Acqui , celebrando a missa; catorze cardeais também estavam presentes; no final da cerimônia, o cardeal Clemente Micara , vice-reitor do Sacro Colégio dos Cardeais , deu a absolvição em nome do papa . Seu corpo foi enterrado no cemitério de Campo Verano .

ReferênciasEditar

  1. David M. Cheney. «Giuseppe Cardinal Bruno [Catholic-Hierarchy]». Catholic-hierarchy.org. Consultado em 16 de abril de 2017