Abrir menu principal

Caburé-de-pernambuco

(Redirecionado de Glaucidium mooreorum)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaCaburé-de-pernambuco
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Espécie em perigo crítico
Em perigo crítico, possivelmente extinta (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Strigiformes
Família: Strigidae
Género: Glaucidium
Espécie: G. mooreorum
Nome binomial
Glaucidium mooreorum
Silva, Coelho & Gonzaga, 2002

Caburé-de-pernambuco (nome científico: Glaucidium mooreorum) é uma espécie de ave da família Strigidae. Endêmica do Brasil, onde pode ser encontrada apenas no estado de Pernambuco. Está ameaçada de extinção pela fragmentação e destruição do habitat, sendo considerada em perigo crítico pela IUCN. O último registro da espécie foi feito em 2001, e alguns autores consideram-na potencialmente extinta.

Distribuição geográfica e habitatEditar

A espécie é endêmica das florestas Costeiras de Pernambuco no estado de Pernambuco, no Nordeste do Brasil. Duas localidades de ocorrência são conhecidas, a primeira na Reserva Biológica de Saltinho, no município de Tamandaré, e a segunda na Usina Trapiche no município de Sirinhaém.[1][2]

ConservaçãoEditar

A União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN) classifica a espécie como "em perigo crítico" devido a restrição geográfica, baixa densidade populacional e a destruição do habitat.[1] Os últimos avistamentos foram registrados em 2001 na Usina Trapiche. Buscas posteriores não conseguiram localizar nenhum exemplar nas áreas de habitat conhecidas, e alguns autores consideram-na potencialmente extinta.[3]

Referências

  1. a b c BirdLife International (2012). Glaucidium mooreorum (em Inglês). IUCN 2014. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2014 . . Página visitada em 22 de novembro de 2014..
  2. Da Silva, J.M.C.; Coelho, G.; Gonzaga, L.P. (2002). «Discovered on the brink of extinction: a new species of pygmy-owl (Strigidae: Glaucidium) from Atlantic forest of northeastern Brazil». Ararajuba. 10 (2): 121-130 
  3. Pereira, G.A.; Dantas, S.M.; Silveira, L.F.; Roda, S.A.; Albano, C.; Sonntag, F.A.; Leal, S.; Periquito, M.C.; Malacco, G.B.; Lees, A.C. (2014). «Status of the globally threatened forest birds of northeast Brazil». Papéis Avulsos de Zoologia. 54 (14): 177-194 

Ligações externasEditar