Google e Wikipédia

A relação entre o Google e a Wikipédia era originalmente colaborativa nos primeiros dias da Wikipédia, quando o Google ajudou a reduzir o pagerank de clones não editáveis da Wikipédia que eram simplesmente geradores de anúncios. Em 2007, o Google lançou o Knol, um concorrente direto para a criação de enciclopédias voltadas para a comunidade. Mais tarde, apoiou a Wikimedia com concessões e passou a contar com a Wikipédia para lidar com a disseminação de desinformação no YouTube, fornecendo informações verificáveis e com fontes adequadas para aqueles que as buscam.

Apresentação de diferentes projetos entre Google e Wikimedia durante a conferência WikiArabia 2019 em Marraquexe (em árabe).

HistóriaEditar

Em 2007, o Google lançou o Knol, uma enciclopédia com conteúdo gerado pelo usuário. Várias fontes de mídia notaram que este produto era como a Wikipédia e o consideraram um concorrente da Wikipédia.[1][2]

Em 2008, várias fontes de notícias relataram que a maior parte do tráfego da Wikipédia veio de referências da pesquisa do Google.[3]

Em fevereiro de 2010. O Google deu US$ 2,000,000 como sua primeira doação à Fundação Wikimedia.[4][5] O fundador do Google, Sergey Brin, comentou que "a Wikipédia é um dos maiores triunfos da internet".

Em março de 2018, o YouTube anunciou que usaria informações da Wikipédia para acabar a desinformação nos vídeos em sua plataforma.[6]

Em janeiro de 2019, o Google doou US $ 3 milhões para a Fundação Wikimedia.[7][8][9][10]

A confiança do Google na WikipédiaEditar

Em maio de 2012, o Google adicionou um projeto chamado Google Knowledge Graph, que produziu painéis de conhecimento junto com os resultados de mecanismos de busca tradicionais. Posteriormente, os resultados da consulta ao gráfico de conhecimento complementaram a pesquisa baseada em string na produção da lista classificada dos resultados da pesquisa. Uma grande quantidade das informações apresentadas nas infoboxes do painel de conhecimento é restraída da Wikipédia, Wikidata e CIA World Factbook.

Referências

  1. Helft, Miguel (15 de dezembro de 2007). «Wikipedia Competitor Being Tested by Google». The New York Times (em inglês). Consultado em 16 de dezembro de 2020 
  2. Sullivan, Danny (23 de julho de 2008). «Google's Knol Launches: Like Wikipedia, With Moderation - Search Engine Land». Search Engine Land. Consultado em 16 de dezembro de 2020 
  3. Teglet, Traian (15 de maio de 2008). «Wikipedia Traffic, Mostly from Google». softpedia (em inglês). Consultado em 16 de dezembro de 2020 
  4. Johnson, Bobbie (18 de fevereiro de 2010). «Wikipedia wins the Google lottery - but why?». the Guardian (em inglês). Consultado em 16 de dezembro de 2020 
  5. Walsh, Jay. «Wikimedia Foundation announces $2 million grant from Google». wikimediafoundation.org. Wikimedia Foundation. Consultado em 16 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 20 de fevereiro de 2010 
  6. Etherington, Darrell (14 de março de 2018). «Wikipedia wasn't aware of YouTube's conspiracy video plan». TechCrunch. Consultado em 16 de dezembro de 2020 
  7. Dickey, Megan Rose (22 de janeiro de 2019). «Google.org donates $2 million to Wikipedia's parent org». TechCrunch. Consultado em 16 de dezembro de 2020 
  8. Litman-Navarro, Kevin (23 de janeiro de 2019). «Google will conquer the world one charitable donation at a time». The Outline (em inglês). Consultado em 16 de dezembro de 2020 
  9. Gomes, Ben; Fuller, Jacquelline (22 de janeiro de 2019). «Expanding knowledge access with the Wikimedia Foundation». Google (em inglês). Consultado em 16 de dezembro de 2020 
  10. Gruwell, Lisa (22 de janeiro de 2019). «Google and Wikimedia Foundation partner to increase knowledge equity online». Wikimedia Foundation. Consultado em 16 de dezembro de 2020 

Ligação externaEditar