Abrir menu principal


Governo Kurz
Bundesregierung Kurz
 Áustria
II República da Áustria
Sebastian Kurz crop.jpg
Sebastian Kurz
Tipo Governo Federal
Legislatura XXVI legislatura
Chanceler Sebastian Kurz
Presidente Federal Alexander van der Bellen
Eleição Eleições legislativas na Áustria em 2017
Mandato
Duração 1 ano, 8 meses e 2 dias
Composição
Coligação Partido Popular (ÖVP)
Partido da Liberdade (FPÖ)
Sítio oficial
Chancelaria Federal da Áustria: Governo
Histórico
Fleche-defaut-gauche-gris-32.png   Governo Kern Austria Bundesadler.svg -   Fleche-defaut-droite-gris-32.png
Governos da União Europeia União Europeia

O Governo Kurz (em alemão: Bundesregierung Kurz ) é um governo formado a partir das eleições legislativas de outubro de 2017. Sob a liderança do chanceler Sebastian Kurz, a coligação governamental integra o Partido Popular (ÖVP, conservador) e o Partido da Liberdade (FPÖ, nacionalista). No acordo de coligação - Zusammen. Für unser Österreich - um documento de 183 páginas para os próximos 5 anos, ressaltam a opção pró-europeia do governo austríaco, o fortalecimento da ordem e segurança interna, a redução dos impostos e o corte de benefícios aos refugiados recém-chegados.[1][2][3]
Enquanto a economia e as finanças ficam sob a responsabilidade do Partido Popular (conservador), a defesa, os negócios estrangeiros e o interior ficam sob a égide do Partido da Liberdade (nacionalista).

Governo Primeiro-ministro Partidos Ideologia
Governo Kurz Sebastian Kurz Partido Popular
Partido da Liberdade
ConservadorEuropeísta
NacionalistaEurocético

ComposiçãoEditar

Referências

  1. «Neue Regierung in Österreich - Wien bekennt sich zu Europa» (em alemão). Spiegel Online. 16 de dezembro de 2017. Consultado em 17 de dezembro de 2017 
  2. Guimarães, Maria João (18 de dezembro de 2017). «Governo com extrema-direita tem programa duro para estrangeiros e refugiados». Público. ISSN 0872-1548. Consultado em 18 de dezembro de 2017 
  3. Hasnain Kazim (18 de dezembro de 2017). «Österreichs neue Regierung - Rechts wird normal» (em alemão). Spiegel Online. Consultado em 18 de dezembro de 2017 

Ver tambémEditar