Abrir menu principal

Granat, também conhecido como Astron 2, foi um observatório espacial soviético com colaboração francesa, polonesa e dinamarquesa lançado no dia 1 de dezembro de 1989 por um foguete Proton a partir do Cosmódromo de Baikonur.[1][2]

Índice

CaracterísticasEditar

O Granat foi dedicado a fazer observações astronômicas em raios X e raios gama. Ele tinha 4 metros de comprimento e media 2,5 metros de diâmetro. A alimentação elétrica era fornecida por dois painéis solares que se estendiam dos lados do corpo principal.[1][2]

O satélite Granat reentrou na atmosfera em 25 de maio de 1999.[3]

InstrumentosEditar

O instrumento principal era o telescópio Sigma de raios gama, de 3,5 metros de comprimento e 1,2 metros de diâmetro, com um campo de visão de 4,45x4,20 graus. O observatório tinha ainda um espectroscópio e um telescópio de raios X.[1][2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c «Granat» (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2014 
  2. a b c «Granat (Astron 2)» (em inglês). Gunter's Space Page. Consultado em 30 de agosto de 2014 
  3. «Granat» (em inglês). Real Time Satellite Tracking. Consultado em 30 de agosto de 2014