A granola consiste em uma mistura de frutas secas, grãos (fibra de trigo, aveia e flocos de arroz), sementes (castanha-de-caju, amendoim e castanha-do-pará) e açúcar mascavo.[1] Foi inventada em 1886 por um médico suíço.[1]

Granola

É amplamente consumida em refeições matinais, sendo bastante difundida culturalmente nos Estados Unidos e na Escócia.

Devido à quantidade de fibras que apresenta, a granola é excelente para manter o bom funcionamento do intestino.

ReferênciasEditar

  Este artigo sobre nutrição é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.