Gritando HC foi formado oficialmente em 1995, mas desde 1992 já estavam criando os primeiros acordes nas garagens dos amigos, como já é de fato uma tradição das bandas vinculadas ao mundo do Rock, com o inspirador principal Donald junto com a Lê e algum tempo depois o Ritchie, baixista da banda.[1] Sempre em busca de seus ideais e lutando contra as dificuldades habituais de uma banda independente, mas nunca deixando essas dificuldades abater, muito contrário disso, as dificuldades sempre foram vistas como superação e cada vez mais o Gritando HC se fortificava e com muita personalidade foram marcando e registrando a sua história no underground paulistano, o resultado da dedicação do Gritando HC foram as quase 1000 demo-tapes vendidas.[2]

HistóriaEditar

BiografiaEditar

O som do Gritando HC resgata o peso e a energia do punk nacional do anos 1980, aliado a vitalidade do Hard Core americano, com letras que vão da apologia ao movimento punk, revolta social, aspectos romanticos e tudo mais que merece um grito de protesto.[3] Desde suas primeiras apresentações em Abril de 1996, é comum para o Gritando HC, casas lotadas com público vibrante e cheio de energia. Com aproximadamente 1000 Demo-Tapes vendidas até Setembro de 1997, com boa aceitação até mesmo na Europa, o Gritando HC lançou seu primeiro CD independente, semi ao vivo, em Dezembro de 1997, agora reeditado pela Voiceprint.[4]

DiscografiaEditar

ÀlbunsEditar

Gritando HC (1997)
Ande de skate e destrua (2000)
ao vivo no Hangar 110 (2003)
Fase adulta (2010)
Terra de Lobisomens (2017)

Ex integrantesEditar

Donald - vocal (falecido)
Renato Fonseca - guitarra
Fábio - bateria
Edgar Avian - bateria (Supla)
Eduardo - bateria (La Cruz)
Amauri Motta - Guitarra
Ricardo Q-Pam - Guitarra
Ritchie - baixo

IntegrantesEditar

Lee - vocal
Dio - guitarra e vocal
Pablo - baixo e vocal
Tony - bateria

Referências

  1. http://www.territoriodamusica.com/noticias/?c=373
  2. http://whiplash.net/materias/biografias/065342-gritandohc.html
  3. «Cópia arquivada». Consultado em 15 de agosto de 2013. Arquivado do original em 15 de julho de 2014 
  4. «Cópia arquivada». Consultado em 15 de agosto de 2013. Arquivado do original em 15 de julho de 2014