Abrir menu principal
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde novembro de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Um Gurukul (Guru refere=se a um "professor" ou "mestre"; Kul refere-se a seu domínio) é um tipo de escola antiga Hindu na Índia com características de um colégio interno para shishyas ou estudantes e o guru ou professor vivo, vivem por um longo tempo na mesma casa[1]. O Gurukul é o local onde os estudantes residem juntos como iguais, sem consideração ao seu nível social. Os estudentes apredem com o guru e também ajudam ao guru em sua vida cotidiana, incluindo limpar a sujeira ou pequenas tarefas mundanas tais como lavar roupas, cozinhar, etc.

O guru-shishya parampara é uma tradição sagrada no Hinduísmo, e foi levado para o Sikhismo. No fim do seu estudo como shishya, o guru pede por um "guru dakshina," desde que um guru não faz cobra taxas. Uma guru dakshina é a última oferenda de um estudante ao guru antes de deixar o ashram. O professor pode pedir alguma coisa ou nada no fim.

No passado recente, alguns esforços foram iniciados em ambos para genuínos e outros motivados pelo dinheiro, onde esta tradição gurukul está ressurgindo. Centros educacionais como Buildingblocks estão tentando introduzir este conceitos espirituais na vida cotidiana das crianças.

ReferenciasEditar

  1. citação do livro de Cheong Cheng Yin Cheong Cheng, Tung Tsui Kwok Tung Tsui, Wai Chow King Wai Chow, e Magdalena Mo Ching Mok (Editado em 2002) intitulado "Subject Teaching and Teacher Education in the New Century: Research and Innovation" publicado pela Springer sob o id=9629490609