Abrir menu principal
Hanin Elias
Hanin Elias Deep.jpg
Informação geral
Nascimento 31 de maio de 1972 (47 anos)
Origem Wittlich
País  Alemanha
Gênero(s) Techno
Música industrial
Instrumento(s) Voz
Período em atividade 1987 – presente
Gravadora(s) Fatal Recordings
Digital Hardcore Recordings
Phonogram Records
Página oficial Site Oficial

Hanin Elias (Wittlich,Alemanha, 31 de Maio de 1972)[1] é uma artista de música industrial e de techno, era membro do Atari Teenage Riot e agora segue carreira solo.

Índice

BiografiaEditar

Primeiros anosEditar

Filha de um médico sírio e uma dona de casa alemã, ela viveu na Síria até os 5 anos de idade e depois voltou para a Alemanha.

Em 1987, aos 15 anos, fugiu de casa e começou a tocar com bandas de música punk e a viver na rua.

Em 1988, com 16 anos, conheceu Captain Space Sex,[2] um dos pioneiros do Cyberpunk e do Electro-Glam Rock, e formaram uma banda chamada Aluminia.

Os anos com o Atari Teenage Riot: 1992-2001Editar

Aos 18 anos conheceu Alec Empire, e eles formaram o Atari Teenage Riot, uma banda altamente polítizada, que miaturava uma música eletrônica, barulhenta e com pitadas de techno, com guitarras distorcidas, ideais anarquistas, anti-nazistas e um vocal típicamente punk.

Para fugir das regras do mainstream Alec Empire criou a própria gravadora a Digital Hardcore Recordings, mais tarde Carl Crack e Nic Endo se uniram a eles. Foi durante essa época que ela teve seu primeiro filho, Victor Venus, e se envolveu com o movimento feminista, criando o próprio selo dentro da Digital Hardcore Recordings, o DHR-Fatal dedicado a ser uma plataforma para as mulheres, e lançou seu primeiro álbum solo White Heat por esse selo.

Em 2000 ela dá a luz a sua filha, Lilie-Louise.

Em 9 de setembro de 2001, Carl Crack morre de overdose e a banda se desfaz.

De 2002 até o presenteEditar

Em junho de 2002, Hanin relança seu selo DHR-Fatal, agora como uma gravadora independente intitulada Fatal Recordings.

Em 2004, lança seu último álbum, Future Noir, e continua fazendo shows.

Em 2006, o selo Fatal Recordings tem suas atividades suspensas. Elias anuncia em seu blog no MySpace que irá dar uma pausa da indústria musical e se muda com a família para a Polinésia Francesa.

Em 2009, faz shows na América Latina, e no MySpace oficial anuncia que fará shows no Chile, Argentina, Uruguai e Brasil.[3]

Em agosto de 2010, ela saiu da Polinésia Francesa. Em contato com ela, ela disse que esta com novas músicas e deve voltar a fazer shows em breve.

Em março de 2012, fez show no clube Nova Nostro em São Paulo, Brasil. [4]

DiscografiaEditar

Referências

Ligações externasEditar