Helena Samara

actriz brasileira

Helena Samara, nome artístico de Lia Kalme (Belo Horizonte, 19 de julho de 1933São Paulo, 8 de novembro de 2007), foi uma atriz e dubladora brasileira. Célebre por ter dublado a dona Clotilde do seriado Chaves e outros personagens de sucesso.

Helena Samara
Nome completo Lia Kalme
Outros nomes Helena Samara
Nascimento 19 de julho de 1933
Belo Horizonte, MG
Nacionalidade brasileira
Morte 8 de novembro de 2007 (74 anos)
São Paulo, SP
Ocupação atriz e dubladora
Atividade 1952-2007

HistóriaEditar

Se tornou muito famosa por dublar a personagem Dona Clotilde na série Chaves (o papel favorito de sua carreira) e aos demais personagens da atriz Angelines Fernández[1] em Chapolin, Chespirito, Chompiras e nas redublagens para o DVD lançado pela Amazonas Filmes.

Descendente de Letões, Helena era bancária. Veterana na área da dublagem , iniciou sua carreira no Rádio ao lado da irmã Elvira Samara . Frequentava os auditórios da Rádio Nacional e América na esperança de entrarem para área artística , até que um locutor, Mário Guimarães, que apresentava um programa de defesa do consumidor chamado Cartório de Protestos encaixou Helena para fazer algumas locuções. Algum tempo depois, Elvira ingressou na Rádio Tupi como radioatriz no programa Conto das 17 horas, por intermédio da irmã a diretora Sarita Campos a contratou também. Helena também trabalhou na Rádio Nacional e Rádio Cultura.

Segundo ela sua primeira aparição na televisão foi com a mão, durante uma entrevista com o compositor baiano Dorival Caymmi , aparecia uma vinheta com uma mão que virava páginas de um livro essa mão era sua, depois de pequenas de aparições na Tupi , Helena se transferiu para a TV Paulista e Rádio Nacional[1].

Como dubladora possui um vasto currículo com personagens memoráveis, na dublagem entrou em meados dos anos 60 , quando saiu da Organização Victor Costa , começou na Ibrasom. Logo depois foi chamada para dublar na GravaSon, aonde também trabalhou na área administrativa, desempenhando a função de datilógrafa [2]. Os estudios se transformam na Arte Industrial Cinematográfica em 1962, aonde ela começa a dublar mais fortemente. Entre seus outros personagens mais conhecidos eram Wilma Flintstone, em Os Flintstones[3], Kaede em InuYasha, Endora interpretada por Agnes Moorehead em Bewitched [1], Maureen Robinson, em Perdidos no Espaço, a avó de Arnold, em Hey Arnold![1], Tenente Uhura, em Jornada nas Estrelas[4], Cinamonn em Missão impossível , Vovó Uranai em Dragon Ball Z, Amanda Bellows em Jeannie é um Gênio, dentre outros.

Helena participou também esteve nas novelas A Herdeira de Ferleac e Conflito e do teledrama Três Leões, na TV Paulista,[1] todos ao vivo, e ainda participou do filme Como Consolar Viúvas[4].

Helena Samara faleceu em 8 de novembro de 2007, aos 74 anos vítima de falência de múltiplos órgãos.[4]

Vida pessoalEditar

Helena Samara casou-se aos 19 anos com o Manrico de Camilo, dentista, de quem mais tarde se separou e com quem teve a filha Fátima.[5]

DublagensEditar

Atuações como atrizEditar

TelevisãoEditar

  • 1961 - A Herdeira de Ferleac
  • 1953 - Teledrama Três Leões

CinemaEditar

Referências

  1. a b c d e «Entrevista - Helena Samara - Dubladora». Mofolândia. Consultado em 24 de abril de 2017. Arquivado do original em 5 de abril de 2016 
  2. Ferreira, Gerson (domingo, 23 de junho de 2019). «Casa da Dublagem: Helena Samara». Casa da Dublagem. Consultado em 27 de junho de 2020  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/1994/6/25/ilustrada/12.html
  4. a b c d «Homenagem: O adeus para Helena Samara». UOL. Consultado em 24 de abril de 2017 
  5. «: Pró-TV - Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da TV Brasileira :». www.museudatv.com.br. Consultado em 17 de outubro de 2017. Arquivado do original em 30 de junho de 2015  line feed character character in |titulo= at position 75 (ajuda)
  Este artigo sobre um(a) dublador(a), integrado ao projeto sobre dublagem é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.