Abrir menu principal
Complexo do Grande Palácio de Constantinopla

O Hipódromo Coberto (em grego: σκεπαστός ἱππόδρομος) foi um pátio coberto que serviu como uma antecâmara para o Grande Palácio de Constantinopla. O estudioso francês Rodolphe Guilland também equaciona-o com o hipódromo pessoal do imperador. Fica na esquina sudeste do complexo do palácio, e conectou o Palácio de Dafne ao norte com o complexo palaciano menor em torno de Bucoleão ao sul, até o portão de Ésquila.[1][2]

Desempenhou um grande papel nas cerimônias imperiais, e não deve ser confundido com o bem maior e adjacente Hipódromo de Constantinopla, que nas fontes bizantinas foi frequentemente distinto como o hipódromo "descoberto" (ἀσκέπαστος). Dos séculos IX ao XI, foi também o local de um dos maiores tribunais da capital bizantina, o tribunal dos "juízes do hipódromo" (κριταὶ τοῦ ἱπποδρόμου) e dos "juízes do Velo (velum)" (κριταὶ τοῦ βήλου).[1][2]

Referências

  1. a b Guilland 1967, p. 165-210.
  2. a b Magdalino 1994, p. 98–99 nota 26, 106ff..

BibliografiaEditar

  • Guilland, Rodolphe (1967). Recherches sur les Institutions Byzantines, Tome I. Berlim: Akademie-Verlag 
  • Magdalino, Paul (1994). «Justice and Finance in the Byzantine State, Ninth to Twelfth Centuries». In: Laiou, Angeliki E.; Simon, Dieter. Law and society in Byzantium, 9th–12th centuries. Washington, D.C.: Dumbarton Oaks. ISBN 978-0-88402-222-0