Hirsutofilia

Hirsutofilia (do latim hirsutus 'pelo áspero', e do grego φυλία 'amor') é a parafilia que se refere à atração por pelos androgênicos. O termo está relacionado a parafilias semelhantes que envolvem contato com pelos pubianos, ginelofilia, pubefilia e tricofilia.[1]

Imagem aproximada de pelos humanos.

TricofiliaEditar

Se denomina tricofilia (do grego "trica-" (τρίχα), que significa cabelo e "-filia" (φιλία), que significa amor) para parafilia ou fetichismo sexual em que você se sente atraído pelos cabelos. A tricofilia pode aparecer com diferentes focos de excitação, sendo o mais comum, mas não o único, o cabelo da cabeça humana. A tricofilia também envolve pelos faciais, pelos abdominais, pelos axilares, pelos pubianos, pelos peitorais e pelos de animais.[1][2]

HirsutofiliaEditar

Ator pornô Steve Cruz
Ator pornô Jack Radcliffe

Hirsutofilia é uma prática sexual ou fetichismo que se refere à atração por pelos no corpo. A hirsutofilia é uma variante do tricofilia, voltada exclusivamente para a atração pelo contato com o pelo androgênico ou com os pelos do corpo.[3][4] Segundo alguns autores, refere-se apenas à atração por pelos axilares.[5][6]

O pelo do corpo ou pelo androgênico tem como principal função receber sinais do exterior, transmitindo à pele os impulsos nervosos ativados pelo contato com o mesmo.[7] Não se sabe se os pelos pubianos têm uma função específica, mas as teorias aceitas afirmam que ele pode ter três funções principais. De acordo com estes, o pelo pubiano tem a função de proteger a pele no processo copulatório; Outras teorias indicam que ele funciona como um indicador que dá o sinal de que o corpo evoluiu para atingir a maturidade sexual. De acordo com o zoólogo Desmond Morris, devido à sua capacidade de absorver o suor, o pelo funciona como uma armadilha de aromas, que está relacionada a feromônios e atração sexual.[8]

PubefiliaEditar

A pubefilia ou ginelofilia[9] refere-se à atração por pelos pubianos. A presença de diferentes padrões no barbear da área pode influenciar a atração pelos mesmos.

O pelo pubiano, como o cabelo, representa um poderoso significado sexual na cultura ocidental moderna. Em uma pesquisa com um grupo de homens e mulheres britânicos, foi respondido que 65% dos homens preferiam a presença de pelos pubianos em seu parceiro sexual; enquanto 80% das mulheres declararam que consideravam seus pelos pubianos como uma "arma sexual".[10]

Referências

  1. a b Brenda Love (1994). The Encyclopedia of Unusual Sex Practices (em inglês) 1ª ed. [S.l.]: Natl Book Network. ISBN 1569800111 
  2. Havelock Ellis (2004). Studies in the Psychology of Sex (em inglês) Volumen 5 ed. [S.l.]: online-ebooks.info. ISBN 1554458315 
  3. Hirsutofilia Definição em Wikcionário (Wikitionary); consultado em 2 de fevereiro de 2012
  4. Diccionario de Fetichismos Arquivado em 1 de outubro de 2013, no Wayback Machine. Expediente 10; consultado em 2 de fevereiro de 2012
  5. Hirsutophilia Definição em inglês de hirsutofilia, Dictionary of sexual terms; consultado em 2 de fevereiro de 2012
  6. Types of Fetishes - Dirty Little Secrets in Bed Artigo Lovepanky; consultado em 2 de fevereiro de 2012
  7. Neuroscience for Kids - Receptors Artigo pela Faculdade de Washington
  8. Desmond Morris (1985). Bodywatching: a field guide to the human species (em inglês). [S.l.]: Crown 
  9. Gynelophilous Informações médicas sobre a ginilofilia em Right Diagnosis
  10. Hastings Donnan, Fiona Magowan (2010). The Anthropology of Sex (em inglês). [S.l.]: Berg. ISBN 1845201132