Homem Invisível

Disambig grey.svg Nota: Não confundir com O Homem Invisível.
Invisible Man
Homem Invisível
Capa da primeira edição.
Autor(es) Ralph Ellison
Idioma inglês
País Estados Unidos
Gênero Bildungsroman, literatura afro-americana, comentário social
Editora Random House
Lançamento 1952
Páginas 581 (segunda edição)
ISBN 978-0-679-60139-5

Invisible Man (em português: "Homem Invisível") é um livro escrito pelo romancista estadunidense Ralph Ellison, publicado pela Random House em 1952, sobre um afro-americano cuja cor lhe dava invisibilidade. O livro aborda vários temas sociais e intelectuais que a comunidade negra nos Estados Unidos enfrentava no começo do século XX, incluindo racismo, nacionalismo negro, a relação entre a identidade negra e o marxismo, e as políticas reformistas raciais de Booker T. Washington, além de assuntos como individualismo e identidade pessoal.[1]

"Homem Invisível" venceu o prêmio National Book Award for Fiction em 1953.[2] Em 1998, a editora Modern Library colocou o livro da sua lista dos "100 melhores romances em língua inglesa do século XX".[3] A revista Time também incluiu este livro na sua lista dos "100 melhores romances em língua inglesa de 1923 até 2005".[4]

O crítico literário Orville Prescott do The New York Times descreveu o livro como "o trabalho de ficção mais impressionante feito por um negro americano que eu já li” e completou dizendo que refletia a "aparência de um escritor ricamente talentoso".[5]

PrêmiosEditar

Referências

  1. "Homem Invisível, De Ralph Ellison". Página acessada em 27 de agosto de 2016.
  2. a b "National Book Awards – 1953". National Book Foundation. Página acessada em 26 de agosto de 2016.
  3. «100 Best Novels». Modern Library. Consultado em 19 de maio de 2014 
  4. Invisible Man (1952), by Ralph Ellison | All-TIME 100 Novels | TIME.com. Página acessada em 27 de agosto de 2016.
  5. Prescott, Orville. «Books of the Times». The New York Times. Consultado em 6 de novembro de 2013 
  6. «Winners by Year». Anisfield-Wolf Book Awards. Consultado em 7 de novembro de 2013